Arquivos do Blog

Barman da Velocidade – Ep. 29 e 30 – O fim de semana da velocidade

Olá galera! Completamos um ano do nosso canal e para celebrar, tudo sobre o fim de semana sagrado do automobilismo!

fds

Na F1, as polêmicas e as emoções de Mônaco, com a volta de Hamilton, o erro energético, a treta na Sauber e muito mais:

Também tem pinceladas sobre as 500 milhas de Indianápolis e sobre Coca-Cola 600, em Charlotte.

==========================================================================

Tópicos do vídeo:

GP de Mônaco

• Cascas de banana
__o Verstappinho de bestial a besta
__o Nico Rosberg permitiu a reação?
__o Kimi Raikkonen em fim de semana desastroso
__o Dupla da Renault causando prejuízo
__o Treta melancólica na Sauber
____ Deja vu para Ericcson

• Estrelas
__o Sergio Perez mais uma vez no pódio
__o Fernando Alonso: quinto com autoridade
__o Lewis Hamilton voltando a ser aquele

Indy e Nascar:

• Indy 500
__o Alexander Rossi, vencedor improvável
__o Brasileiros bem, mas sem sorte no fim
__o Decepção dos grandes

• Coca-Cola 600
__o Truex Jr. Soberano em Charlotte
__o Buschinho in the wall

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Assine o canal no Youtube
Acesse o blog Curva a Curva 
Curta a página no Facebook

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++­+++++++

Imagens: Autosport; F1 (Facebook); Grande Prêmio; Motorsport.com

Músicas:
Music “DollHeads” by Ivan Chew
Available at ccMixter.org http://dig.ccmixter.org/files/ramblin…
Under CC BY license http://creativecommons.org/licenses/b…

Music “Drive” by Alex Berosa featuring cdk & Darryl J
Available at ccMixter.org http://dig.ccmixter.org/files/AlexBer…
Under CC BY license http://creativecommons.org/licenses/b…

Music “Hidden Blues” by Pitx featuring rocavaco
Available at ccMixter.org http://dig.ccmixter.org/files/Pitx/27007
Under CC BY license http://creativecommons.org/licenses/b…

Music “Kokokur” by Pitx
Available at ccMixter.org http://dig.ccmixter.org/files/Pitx/15328
Under CC BY license http://creativecommons.org/licenses/b…

Music “Zest” by Basematic featuring Urmymuse
Available at ccMixter.org http://dig.ccmixter.org/files/basemat…
Under CC BY license http://creativecommons.org/licenses/b…

Music “Seeker” by Gurdonark
Available at ccMixter.org http://dig.ccmixter.org/files/gurdona…
Under CC BY license http://creativecommons.org/licenses/b…

Anúncios

Barman da Velocidade – Episódio 2 – Fim de semana da velocidade (Indy 500, Coca-Cola 600, ePrix de Berlim)

Olá galera, está no ar o segundo videocast do Barman da Velocidade, que traz o melhor do esporte a motor na internet.

20155251458712_BETO35891-1024x694_II

O programa de hoje trata das 500 milhas de indianápolis, da Coca-Cola 600 e do ePrix de Berlim.

Peço desculpas por eventuais erros na edição, já que é apenas o segundo vídeo, que fora gravado junto do primeiro.

Obrigado pela audiência. Abraço!

Assinem o nosso canal no Youtube.

Curtam a página no Facebook.

Assuntos tratados no programa:

eP de Berlim

o Lucas di Grassi ganhou, mas não levou
o Polêmicas no Twitter
o Briga pelo título esquenta
o Teste de fogo para a Fórmula E
o Jarno Trulli, o golfinho

500 Milhas de Indianápolis

o Carros que voam e o desafio segurança X riscos do automobilismo
o Dupla da Ganassi X Pagenaud
o Tony Kanaan sempre tirando o coelho da cartola
o Tony bate na volta 153 (admitiu o erro)
o Hélio Castroneves em corrida apagada P7
o Dixon X Penskes
o Pilotos da Andretti tentando uma graça, mas sem sucesso;
 Carlos Muñoz e Justin Wilson
 Pagenaud e Castroneves sumiram de vez do páreo.
o Panca feia (Saavedra, Coletti e Hawksworth)
 Sem voo direto dos carros
 Luxação do Saavedra na batida em T
o Os líderes
 Montoya malucão
 Charlie Kimball grata surpresa
 Will Power se virando bem na Brickyard
 Dixon e a perspicácia de sempre
o Juan Pablo Montoya bicampeão
 Duas vitórias em três participações
 Superou um toque com Simona de Silvestro no começo, durante uma bandeira amarela

Coca-Cola 600

o Jeff Gordon: do pace car da Indy ao #24 na Sprint Cup
o Carros da Joe Gibbs dominando no começo
o Matt Kenseth relargou mal e despencou
o Denny Hamlin honrando a equipe principal da Toyota
o Kevin Harvick tomou de assalto a liderança
o Sequência de pits em bandeira verde, sem grandes mudanças na frente.
o Volta 90: Jimmie Johnson roda, mas evita o acidente.
o Kurt Busch e Martin Truex Jr. Botando as manguinhas de fora
o Johnson e Gordon remando no fim do pelotão
o Truex Jr. Em ritmo dominante.
o Jimmie Johnson se recuperou bem, mas bateu no mesmo ponto que rodou (volta 274)
o Kyle Busch andando sólido entre os 10 primeiros, no seu retorno oficial. (terminou P11)
o Nova bandeira amarela e alguns pilotos param em estratégia diferente (Dale Jr., Carl Edwards e Jeff Gordon entre eles)
o Alguns pilotos arriscando ficar na pista, a maioria vai para os boxes
o Carl Edwards, Greg Biffle e Dale Earnhardt Jr. são os pilotos que arriscaram mais e ficaram na pista.
o Duelo de pilotos pela economia de combustível
o Carl Edwards vence a primeira na temporada e se garante no Chase
 Primeira vitória do piloto pela equipe Joe Gibbs Racing

Imagens: Grande Prêmio, Globoesporte.com, Facebook Jeff Gordon, Nascar.com

Músicas:

Music “DollHeads” by Ivan Chew
Available at ccMixter.org http://dig.ccmixter.org/files/ramblin…
Under CC BY license http://creativecommons.org/licenses/b…

Music “Drive” by Alex Berosa featuring cdk & Darryl J
Available at ccMixter.org http://dig.ccmixter.org/files/AlexBer…
Under CC BY license http://creativecommons.org/licenses/b…

Music “Hidden Blues” by Pitx featuring rocavaco
Available at ccMixter.org http://dig.ccmixter.org/files/Pitx/27007
Under CC BY license http://creativecommons.org/licenses/b…

Music “Kokokur” by Pitx
Available at ccMixter.org http://dig.ccmixter.org/files/Pitx/15328
Under CC BY license http://creativecommons.org/licenses/b…

Music “Zest” by Basematic featuring Urmymuse
Available at ccMixter.org http://dig.ccmixter.org/files/basemat…
Under CC BY license http://creativecommons.org/licenses/b…

Turbo: Sim, um dejà vu, mas vale (e muito) a pena

Cartaz oficial dos Estados Unidos

Salve galera! Estou aqui aproveitando esse fim de semana bem devagar para o automobilismo para falar de algo que envolve o esporte a motor e o cinema. Este ano está bem interessante para fãs de automobilismo em relação ao lançamento de filmes que envolvem o tema. Teremos o “Rush” a partir de setembro, mas nas telinhas do Brasil, mas agora, tem uma animação para a garotada: a animação “Turbo”, da Dreamworks, que se aventura no universo da Indy, com a história de um caracol que sonha em correr as 500 milhas de Indianapolis. Vou tentar fazer uma resenha, mas sem dar uma de spoiler aqui.

(Obs: Esse trailer estava na página do Facebook, mas a dublagem está diferente no filme exibido nos cinemas)

Bom, para começar, digo que o filme tem uma sensação de dejà vu, pois o seu enredo lembra bastante o de “Carros”, o filme feito pela Disney/Pixar em 2006, com a sua história voltando-se para o lado da Nascar. Também há uma breve lembrança do último filme do Herbie (aquele com a Lindsay Lohan). No entanto, algumas coisas tornam esta animação muito interessante, talvez porque trate de outra categoria.

O filme retrata bem a parte da imponência da tradicional corrida na Brickyard e mostra este lado humilde e mais humano, mais raçudo do automobilismo. Algo que não costumamos ver na F1, por exemplo, e que ainda tem esta raiz nas categorias estadunidenses. A própria chegada do caracol e o espanto que causa são marcas de outros tempos da prova nos mais de cem anos de história.

Outro ponto que achei curioso foi a parte de organização da categoria: (aqui vai cornetada) a história mostra uma falácia sobre a presença do protagonista na corrida, apesar do regulamento não restringir que caracóis disputem provas com o DW12, de acordo com a história, tanto que o presidente da Indycar queria impedir a participação do molusco, mas teve que engolir a aclamação popular. Mas isso também não faz tanta diferença depois de todos aquelas regras esquisitas e de situações bizarras que a Indy viveu nestes últimos anos.

Para quem relargou uma corrida em oval com pista molhada, colocar um caracol para correr não é nada. Não é, Will Power?

Brincadeiras à parte, a animação tem condições de trazer benefícios enormes para a Indy. O motivo que digo vem diante dos outros filmes que citei acima, especialmente o “Carros”. Frequento vários grupos de automobilismo do Facebook e um dos que sou mais assíduo é o “NASCAR só para Fãs”, onde já alguns membros falando que começaram a assistir a categoria depois desta animação.

Acredito que isso pode e deve ajudar a criançada a acompanhar a Indy com mais atenção. Depois de assistir o filme, logo eles reconhecerão as provas da categoria com a deste filme, o que pode atrair novos fãs. E a produção do filme também colabora com isso.

A Penske deu uma força com os dois carros da equipe aparecendo, embora nem Helio Castroneves, nem Will Power foram citados, mas os bólidos 3 e 12 aparecem com as pinturas que costumam ser usadas. Noutra cena do filme, aparece uma piloto mulher que foi a vencedora da etapa de São Paulo, acertando a ordem cronológica do calendário da categoria (o bom é que a dublagem não chamou a corrida de Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé), na sequência é citado um brasileiro, que me fugiu o nome, mas falam que o apelido dele é açougueiro, porque ele foi açougueiro antes de ser piloto (pelo menos carne é melhor que massa), mas esses dois nem fala tem.

Guy Gagné (ou Champignon), pentacampeão da Indy 500. Parece alguém?

O único piloto que realmente “aparece” é o vilão do filme, que era o ídolo do caracol Turbo antes da lesma começar a sua carreira. É um sujeito chamado Guy Gagné (na dublagem tupiniquim ficou Guy Champignon), que provou o leite dos vencedores por cinco vezes e era o piloto mais badalado até a chegada do molusco. A intenção da produtora foi deixar o sujeito a “imagem e semelhança” de Dario Franchitti, piloto da Ganassi, mas apesar de alguns traços lembrarem o escocês, achei ele uma mistura de David Villa, atacante da Espanha, e Alain Prost, como apontou o Tazio. Muita gente discordou da aparência dos dois serem parecidas, mas admito que vejo um leve traço do professor no antagonista. (ainda mais nas atitudes dentro da pista) [/sennista mode]

Bom, acho que a história, por mais surreal que pareça, é bem trabalhada e consegue atrair animar o público. Acho que pode ser uma ótima opção para você levar os seus filhos para o cinema e assistir a sessão. E como envolve automobilismo e a Indy foi bem mostrada na sua atmosfera, agrada também aos cabeças de gasolina. Eu recomendo!

Bom, é isso. outra resenha mandarei quando for lançado o “Rush”, quer dizer, isso se não detonarem demais esta tentativa, mas vamos arriscar, pois pode dar certo, como aconteceu com o “Turbo”. Abraço!

Comparative Entre Carros de Corrida

Um comparativo interessante entre os carros das categorias mais famosas. Interessante ver como a F1 tem uma velocidade maxima inferior aos carros da Indy, fruto de tanta limitacoes imposta a categoria. E olha o custo dos carros!!!!

Tony Kanaan Vence as 500 Milhas de Indianapolis

Tony Kanaan, o bom baiano, venceu a Indy 500 nesse domingo lindo em Indianapolis. O bom baiano vinha em quarto por boa parte da corrida. Faltando umas 16 voltas para o final, Tony deu uma apertada e pulou para terceiro. 10 volta para o final e ele ja’ era o Segundo. Dai’ ele e Hunter-Ray trocavam de posicoes a cada volta. 6 voltas para o final e veio uma bandeira amarela. Tony estava em Segundo. PQP, sera’ que ainda daria? O Pace-Car saiu faltando 3 voltas para o final. Tony disse no radio: “E’ tudo ou nada”. Na relargada, Tony foi pra cima de Hunter-Ray e ultrapassou-o. Ainda teria que segurar por 3 longas voltas. Nesse momento, eu achei que Ray ia passa-lo mas depois Tony o passaria tb. Era uma questao de ver quem faria a ultima ultrapassagem. Mas nada disso foi preciso. Assim que Tony assumiu a lideranca, Dario Franchiti entrou no muro. Bandeira amarela com Tony na frente e 2 voltas para o fim. Nao daria tempo do pace-car sair. Acabou!

O narigao entrou pra historia

%d blogueiros gostam disto: