Arquivos do Blog

Barman da Velocidade – Episódio 3 – Grande Prêmio do Canadá

Salve galera! Estamos no ar com mais um episódio do Barman da Velocidade no seu Youtube.

2015671856625_Marmota_II

Hoje, falo do GP do Canadá: a Mercedes sobra; o Kimi roda; a McLaren fora e cuidado com a Marmota!

Tópicos do Vídeo:

Corrida longe de ser a melhor da história, mas foi boa sim!
• Mercedes sobrando
• Bottas no pódio
o Primeiro do ano sem Ferrari e com Williams.
• Kimi rodando e jogando fora o pódio
• Vettel e Massa: muitas ultrapassagens e recuperações
o Os dois fora no Q1, com problemas de motor.
o MAS x ERI (Boa batalha) / VET x HUL (rodada do alemão)
o Marmota na pista
• Maldonado nos pontos
• Grosjean fecha Stevens e é punido.
• Pior fim de semana do Nasr
o Batida no FP3; corrida difícil (alegou problema nos freios)
o Estreia em Montreal
• Duas McLaren fora

Inscrevam-se no canal!
Curtam no Facebook!

Imagens: Grande Prêmio, Globoesporte.com e Motorsport.com

Músicas:

Music “DollHeads” by Ivan Chew
Available at ccMixter.org http://dig.ccmixter.org/files/ramblinglibrarian/25202
Under CC BY license http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/

Music “Drive” by Alex Berosa featuring cdk & Darryl J
Available at ccMixter.org http://dig.ccmixter.org/files/AlexBeroza/43098
Under CC BY license http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/

Music “Kokokur” by Pitx
Available at ccMixter.org http://dig.ccmixter.org/files/Pitx/15328
Under CC BY license http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/

Music “Zest” by Basematic featuring Urmymuse
Available at ccMixter.org http://dig.ccmixter.org/files/basematic/34457
Under CC BY license http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/

Pintando o sete: Corridas legais que não são tão lembradas

Olá pessoal! Inicio hoje uma nova coluna aqui neste humilde blog. O nome, como puderam perceber, chama-se Pintando o sete. Nesta coluna irei relembrar sete situações que possuem efemérides semelhantes no mundo do automobilismo. Este era um velho projeto que tinha em mente. Quase adotei em outro espaço, mas vejo que é interessante coloca-lo por aqui.

O artigo de hoje tratará sobre corridas muito boas da história da F1, mas que acabaram bem esquecidas pelo tempo. Mesmo blogs e sites que tratam do lado mais “underground” da F1 pouco espaço deram para estas provas. A ordem das corridas está pelo ano e não pela minha classificação pessoal. Caso ache que haja mais alguma interessante que poderia ter sido mencionada, deixe nos comentários no final deste texto bíblico.

Portanto peguem carona no Delorean e relembrem essas etapas interessantes. Vamos lá!

Leia o resto deste post

A Luiza não curtiu

Fala pessoal! Hoje consegui acompanhar a corrida, mesmo com o jogo do escrete canarinho na Vênus Platinada, mas como business is business, a Fórmula 1 ficou para poucos. Por isso fica a dica para quem não estiver interessado em assistir o VT.

O passeio em Montreal

A prova em si não teve a mesma emoções de outros anos e realmente ficou aquém do esperado. Muito disso foi por culpa de Sebastian Vettel que fez o seu padrão de vitórias: Disparou na ponta e não foi ameaçado em nenhum momento. O passeio na ilha de Notre Dame deu uma vantagem bem confortável na disputa do título de pilotos e de construtores. O domínio foi tão grande que somente os cinco primeiros terminaram na volta do líder. O alemão tem uma proteção completa contra a catiça asturiana.

A F1 da frescura, até na hora da champanhe

Isso porque Fernando Alonso está fazendo a sua parte, com ultrapassagens cirúrgicas e chegou no segundo lugar. Um resultado dentro daquilo que podia depois de uma classificação razoável. Somou bons pontos e ficou tranquilo no segundo lugar dos pilotos, mas está a 36 pontos do rival rubrotaurino e sabe que a água já bate no pescoço.

Lewis Hamilton conseguiu o pódio e foi melhor ao longo da semana em relação a Nico Rosberg. Algo que finalmente precisava para botar a ordem na casa. O alemão sofreu com o erro estratégico da Mercedes, que forçou mais uma parada e arruinou as chances de pódio, deixando a briga pelo pódio e terminando atrás do sempre discreto Mark Webber.

Vergne obteve o melhor resultado da história dele, já Bottas teve o sonho de Cinderela destruído

Em sexto e em sétimo as duas boas surpresas da prova. Jean-Eric Vergne andou muito bem na pista de Montreal alcançou o melhor resultado da carreira, e saltou na classificação do campeonato, passando na frente no duelo interno com Daniel Ricciardo. Paul di Resta foi outro que aproveitou os infortúnios de Adrian Sutil (a rodada na disputa com Bottas e uma punição) e somou bons pontos da Force India na centésima corrida da equipe. O alemão ainda salvou um pontinho, para completar a festa da turma do Vijay.

Felipe Massa se recuperou da batida no treino e fez uma corrida boa. Fez boas ultrapassagens e mostrou qualidade. Tem os cornetas que reclamam de não ter passado o escocês, mas esteve bem na maior parte da corrida. Dá para ser aprovado, por pouco, mas dá.

Kimi Raikkonen teve um fim de semana complicado. A Lotus parece não ser a mesma do começo do ano e tem sofrido com a queda de rendimento em momentos decisivos, o que vai afastando o campeão de 2007 da disputa pelo bicampeonato. Mesmo assim o finlandês chegou em nono e igualou o recorde de Michael Schumacher de 24 corridas seguidas na zona de pontuação. Parabéns ao Kimi, mesmo que não seja motivo de alegria.

Não foi brilhante, mas Kimi igualou Schumi

Quem não tem nenhum motivo para sorrir é a McLaren. Os dois pilotos tentaram, mas passaram em branco na prova canadense. Mais um sinal de que 2013 é um ano perdido e que comece a contagem regressiva para o novo ano.

Assim também está a Williams. De nada adiantou o terceiro lugar no grid de Valteri Bottas. O finlandês viu sua carruagem virar abóbora e logo foi despencando no grid até terminar em 14º. Ainda assim, foi bem melhor que Pastor Maldonado, autor de mais uma patacoada, acertando a traseira de Sutil, danificando a sua frente e a traseira da Force India, além de ser punido. Mais uma jornada desastrada do bolivariano.

Tinha um Van der Garde no meio do caminho…

Outra jornada desastrada também da Sauber. Nico Hulkenberg e Esteban Gutierrez abandonaram e a equipe suíça sente a cada dia mais falta de James Key. O alemão ainda tem a desculpa de ser tocado pelo retardatário Giedo van der Garde, que havia dado uma fechada tosca em Webber e cumpriu drive trought. O holandês da Caterham perdeu cinco posições, o que significa que larga de último na próxima etapa. Não é uma surpresa dada pela ambiguidade da FIA.

Bom, é isso. agora temos mais um descanso de três semanas até o GP da Inglaterra. Até lá veremos se os bastidores se acalmam e saberemos se as equipes entram em consenso sobre as dúvidas do futuro, como testes no decorrer da temporada (que terá quatro sessões pós corrida nas próximas semanas) e, principalmente os treinos secretos da Mercedes. Abraço!

Pos. Piloto (Nac./Equipe) Tempo
1º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault) 70 voltas em 1h32min09s143
2º. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) a 14s4
3º. Lewis Hamilton (ING/Mercedes) a 15s9
4º. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault) a 26s7
5º. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) a 1min09s7
6º. Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso-Ferrari) a 1 volta
7º. Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) a 1 volta
8º. Felipe Massa (BRA/Ferrari) a 1 volta
9º. Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) a 1 volta
10º. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) a 1 volta
11º. Sergio Pérez (MEX/McLaren-Mercedes) a 1 volta
12º. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) a 1 volta
13º. Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) a 1 volta
14º. Valtteri Bottas (FIN/Williams-Renault) a 1 volta
15º. Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso-Ferrari) a 2 voltas
16º. Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) a 2 voltas
17º. Jules Bianchi (FRA/Marussia-Cosworth) a 2 voltas
18º. Charles Pic (FRA/Caterham-Renault) a 3 voltas
19º. Max Chilton (ING/Marussia-Cosworth) a 3 voltas
Abandonaram:
Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber-Ferrari) na volta 63
Nico Hulkenberg (ALE/Sauber-Ferrari) na volta 45
Giedo van der Garde (HOL/Caterham-Renault) na volta 43
 Volta mais rápida: Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault) 1:16.182 na volta 69

A volta da dedada.

Salve galera, hoje passei aqui pra dar uma força ao nosso amigo Casola, que não pode fazer o post sobre a classificação no Canadá.

Hoje ele mostrou outro dedo.

 

E Sebastian Vettel voltou a fazer uma pole position, depois de quatro corridas com domínio da mercedes, o alemãozinho deu mais uma dedada num treino repleto de água e algumas surpresas. A maior delas sem dúvida foi Valterri Bottas, o finlandês da equipe do tio Frank andou bem durante todo o treino, e conseguiu uma surpreendente classificação chegando ao Q3, e com uma volta rápida conseguiu um chegar a terceira posição, superado apenas por Hamilton e Vettel. Esta e a primeira vez que a Williams larga entre dos 10 primeiros esse ano.

A garoa fina que caiu durante a tarde fez com que pilotos e equipes tentassem diversas estratégias, dando trabalho pra quem tentou andar muito com os pneus intermediários, e claro causando várias escapadas de pista e derrapagens, muita gente saiu da pista tentando dar o máximo do carro, mas quem se deu mal mesmo foi Felipe Massa, que ao tentar se livrar da incômoda 15 posição e chegar ao Q3, usando pneus desgastados, perdeu o controle de sua Ferrari e forte na mesma curva em que minutos atrás havia saído da pista. A cacetada causou uma bandeira vermelha há 1:59 do fim, causou uma fila tripla na saída dos boxes, pra quem tentou melhorar o tempo. A título de curiosidade, ninguém ainda abalroou no muro dos campeões.

Enquanto Vettel fez uma volta limpa e boa, Hamilton, Alonso e Raikkonen erraram em suas tentativas, e o novato Bottas não conseguiu repetir a boa volta que o colocou na 3 posição, o restante não chegou a ameaçar o alemão, que pela terceira vez no ano larga na pole. Outro destaque positivo vai para a Toro Rosso, que pôs seus dois pilotos no top 10, e para Adrian Sutil, que no seu ano de retorno vem andando muito forte. A parte negativa ficou com Romain Grosjean, que além de não passar do Q1, levou uma punição de 10 posições no grid pelo atropelo que deu no Daniel Ricciardo em Mônaco. O dia não foi bom para a Lotus, já que o Kimi só larga em nono colocado.

Image

E o chassi novo tá ferrado.

Bom no mais é isso ai galera, amanha veremos só metade da corrida, graças ao jogo do Brasil x França, a emissora oficial irá cortar a transmissão ao meio, e irá exibir um compacto no canal a cabo a noite.

Se alguém tiver alguma sugestão ou links para streaming, compartilhe aqui para os colegas da FUFA.

Grid de largada – Montreal:

1º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault) 1min25s425
2º. Lewis Hamilton (ING/Mercedes) 1min25s512
3º. Valtteri Bottas (FIN/Williams-Renault) 1min25s897
4º. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 1min26s008
5º. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault) 1min26s208
6º. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) 1min26s504
7º. Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso-Ferrari) 1min26s543
8º. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) 1min27s248
9º. Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) 1min27s432
10º. Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso-Ferrari) 1min27s946
 Ripados   no Q2  
11º. Nico Hulkenberg (ALE/Sauber-Ferrari) 1min29s435
12º. Sergio Pérez (MEX/McLaren-Mercedes) 1min29s761
13º. Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) 1min29s917
14º. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) 1min30s068
15º. Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber-Ferrari) 1min30s315
16º. Felipe Massa (BRA/Ferrari) 1min30s354
 Ripados   no Q1  
17º. Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) 1min24s908
18º. Charles Pic (FRA/Caterham-Renault) 1min25s626
19º. Jules Bianchi (FRA/Marussia-Cosworth) 1min26s508
20º. Max Chilton (ING/Marussia-Cosworth) 1min27s062
21º. Giedo van der Garde (HOL/Caterham-Renault) 1min27s110
22º. Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) 1min25s716*

 *Punido em dez posições por causar um acidente no GP de Mônaco.

Por enquanto tudo está com ele

Ele na frente de novo

Pois é gente, mais uma vez Sebastian Vettel quebrou a banca com uma volta voadora. O bicampeão botou tempo com duas voltas voadoras no Q3 e fez uma pole sem contestações. Do ]jeito que ele anda, dificilmente a vitória sairia das mãos dele em uma pista normal, mas como estamos no Canadá, ainda há esperança de que a história seja diferente.

Lewis Hamilton é quem mais espera, apesar de não chegar à pole, ele tem muitas esperanças de um bom resultado em Montreal irá apostar que fará um bom resultado. Já Jenson Button, por não ter um bom desempenho até agora, vai de décimo apostando em uma nova estratégia para subir na classificação e surpreender como em 2011.

A Ferrari vem bem. Fernando Alonso parte em terceiro e é uma ameaça perigosa para os oponentes na briga pela vitória. Já Felipe Massa vem em sexto, mostrando sinais de recuperação, apesar de quase rodar no Q2, mas arece mais confiante e pode fazer uma boa corrida amanhã.

Fechando o top-ten, Nico Rosberg ficou em quinto, quatro posições acima da Michael Schumacher mesmo sem treinar de manhã e, querendo surpreender a turma da frente no circuito canadense. Também vale destacar a decadência da Lotus, que só botou Romain Grosjean no Q3 e a presença da Force India de Paul di Resta.

Bruno Senna não foi além do décimo-sexto tempo, sem grande brilho, mas ainda se classificou à frente de Pastor Maldonado, muito mais pela falha do venezuelano, que chegaria à superpole tirando Massa, mas bateu com a roda traseira direita no Muro dos Campeões e ficou só em 17º. Nada bom para o tio Frank.

Pior só Jean Eric Vergne, que além de ser o defenestrado da vez no Q1, ainda ficou atrás das duas Caterham. É bom o francês abrir o olho pois Helmut Marko já prepara a guilhotina na Toro Rosso.

É isso aí. Amanhã, teremos a prova na Ilha de Notre Dame e a esperança que tenhamos uma boa disputa que a corrida canadense costuma provocar. Do jeito que está esse campeonato, tomara que nossas preces se realizem! Até lá. Abraço!

1º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault), 1min13s784 (16)
2º. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes), 1min14s087 (22)
3º. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 1min14s151 (23)
4º. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault), 1min14s346 (19)
5º. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 1min14s411 (25)
6º. Felipe Massa (BRA/Ferrari), 1min14s465 (24)
7º. Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault), 1min14s645 (28)
8º. Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes), 1min14s705 (22)
9º. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), 1min14s812 (18)
10º. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes), 1min15s182 (24)

11º. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari), 1min14s688 (21)
12º. Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault), 1min14s734 (22)
13º. Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes), 1min14s748 (18)
14º. Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso-Ferrari), 1min15s078 (21)
15º. Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrari), 1min15s156 (21)
16º. Bruno Senna (BRA/Williams-Renault), 1min15s170 (20)
17º. Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault), 1min15s231 (21)

18º. Heikki Kovalainen (FIN/Caterham-Renault), 1min16s263 (12)
19º. Vitaly Petrov (RUS/Caterham-Renault), 1min16s482 (10)
20º. Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso-Ferrari), 1min16s602 (12)
21º. Pedro de la Rosa (ESP/HRT-Cosworth), 1min17s492 (8)
22º. Timo Glock (ALE/Marussia-Cosworth), 1min17s901 (10)
23º. Charles Pic (FRA/Marussia-Cosworth), 1min18s255 (9)
24º. Narain Karthikeyan (IND/HRT-Cosworth), 1min18s330 (9)

%d blogueiros gostam disto: