Valeu pela turma do meio mesmo


Salve galera! Até que foi interessante ficar de madrugada para assistir aquele que deve ter sido o último Grande Prêmio da Coreia do Sul da história, (já que o circuito de Yeongam não tem nenhum benefício para os organizadores e o velho Bernie não faz corrida se não pagarem) pois houve disputas e algumas patacoadas, embolando o pelotão. Mas só a partir do segundo lugar.

Nada como uma champanhe

A vitória, como se esperava, ficou para Sebastian Vettel, emplacando o segundo Grand Chelem consecutivo. Não abriu a vantagem absurda da corrida de Cingapura, mas não teve nenhuma ameaça durante as 55 voltas da corrida. O alemão já tem a primeira chance de sacramentar o título na próxima semana em Suzuka, caso vença e Fernando Alonso acabe abaixo do oitavo lugar. Difícil, mas plausível.

No pódio, além do alemão, estavam a dupla da Lotus. Romain Grosjean largou bem e ficou em segundo boa parte da prova, mas acabou ultrapassado por Kimi Raikkonen, mesmo dificultando a manobra na reta dos boxes. Para o finlandês, valeu o retorno ao terceiro lugar e as chances de brigar pelo vice.

Em quarto, o nome da prova. Nico Hulkenberg, em uma atuação irrepreensível, brigou com os nomes mais fortes, como Lewis Hamilton e Fernando Alonso e aproveitou a vantagem de ter um carro melhor de reta sem a pressão aerodinâmica para evitar as ultrapassagens e manter a posição.

Com isso, Hulk marcou mais 12 pontos e colocou a Sauber empatada com a Toro Rosso, mas com a vantagem na classificação. Vai ser um pecado enorme vê-lo sem equipe para 2014. Que alguma equipe boa fique mais sensível daqui para frente.

Se os pilotos germânicos foram bem, o mesmo não se pode dizer da equipe Mercedes. Dentre os eventos bizarros da prova, alguns tiveram culpa da equipe. primeiro por manter Lewis Hamilton na pista, com um carro tr~es segundos mais lento que o resto do pelotão, tomando tempo até de equipe nanica. Já Nico Rosberg, quando fez a ultrapassagem sobre o companheiro de equipe, mas sua asa quebrou com a turbulência, exigindo uma longa parada nos boxes. O quinto e sétimo lugares até foram lucro diante dos eventos.

Entre eles ficou o espanhol da Ferrari, que também sofreu com o desgaste de pneus e fez uma corrida apagadíssima e pouco pôde fazer para reagir na corrida. Muito pouco para ele e para a Ferrari.

Massa novamente sofrendo em uma corrida

Felipe Massa não teve tanto sucesso, embora a ressalte-se a sua recuperação. O brasileiro foi afobado e rodou na primeira volta ao tentar uma manobra arriscada. Foi para cima e fez uma grande ultrapassagem em dois carros na mesma volta. Um nono lugar razoável.

Fecharam os pontuáveis as duas McLaren, com Jenson Button em oitavo, sem ser notado, e Sergio Perez, que sobreviveu ao problema no pneu dianteiro direito que causou o primeiro safety-car e chegou em décimo. Este estouro do pneu me pareceu mais pelo uso e abuso do mexicano do que propriamente uma falha da Pirelli, como alguns tentaram argumentar (exemplo: Galvão Bueno)

Na relargada, a rodada de Adrian Sutil atingiu a lateral de Mark Webber, que vinha em outra estratégia de paradas. A pancada causou um incêndio no carro do australiano, que precisou sair da corrida e colocou em teste a eficiência dos fiscais coreanos.

E o que se viu foi um festival de erros. para começar, houve uma demora enorme para irem apagar as chamas do carro de Webber, além da dificuldade de se manusear os extintores. Além disso, um jipe da organização estava no meio da pista antes do carro de segurança ser acionado e ficou bem na frente do pelotão. O saldo foi o prejuízo material para o RB9 número 2, mas que a patacoada foi de lascar, ah isso foi.

Voltando a corrida, decepção para a Force India, que esteve mal no fim de semana e nenhum dos carros completou a prova. Antes de rodar, Sutil soltou palavrões via rádio sobre o desempenho do seu bólido, mesmo assim seguiu até cinco voltas para o fim, onde não deu mais. Já Paul di Resta rodou sozinho e acabou nos pneus.

A Toro Rosso também saiu sem terminar a etapa coreana. Daniel Ricciardo vinha bem com uma estratégia diferente e iria somar dois pontinhos, mas acabou parando há três voltas do fim, uma volta antes de Jean Eric Vergne, que estava longe dos pontos.

Bom é isso. Saindo qualquer decisão a gente atualiza aqui. Semana que vem, Vettel tem seu primeiro Match Point. Para dar um charme a conquista, seria bom que vencesse na pista onde os campeões surgem historicamente. Se depender do conjunto, a festa pode ser regada a saquê sim. Abraço!

O único carro a andar na frente de Vettel hoje

O único carro a andar na frente de Vettel hoje

1º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault) 55 voltas em 1h43min13s701
2º. Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) a 4s2
3º. Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) a 4s9
4º. Nico Hulkenberg (ALE/Sauber-Ferrari) a 24s1
5º. Lewis Hamilton (ING/Mercedes) a 25s2
6º. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) a 26s1
7º. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) a 26s6
8º. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) a 32s2
9º. Felipe Massa (BRA/Ferrari) a 34s3
10º. Sergio Pérez (MEX/McLaren-Mercedes) a 35s1
11º. Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber-Ferrari) a 35s9
12º. Valtteri Bottas (FIN/Williams-Renault) a 47s0
13º. Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) a 50s0
14º. Charles Pic (FRA/Caterham-Renault) a 1min03s5
15º. Giedo van der Garde (HOL/Caterham-Renault) a 1min04s5
16º. Jules Bianchi (FRA/Marussia-Cosworth) a 1min07s9
17º. Max Chilton (ING/Marussia-Cosworth) a 1min12s8
Abandonaram:
Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso-Ferrari) na volta 53
Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso-Ferrari) na volta 52
Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) na volta 50
Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault) na volta 36
Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) na volta 24
Melhor Volta Sebastian Vettel (Red Bull-Renault) 1:41.380 (53)

Publicado em outubro 6, 2013, em Automobilismo, F1 e marcado como , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 11 Comentários.

  1. Pra variar, perdi essa corrida!!

    Pelo que eu li, o Hulk guiou o fino, confere?

  2. Campeonato de pilotos

    1 – Sebastian Vettel 272
    2 – Fernando Alonso 195
    3 – Kimi Raikkonen 167 (+1)
    4 – Lewis Hamilton 161 (-1)
    5 – Mark Webber 130
    6 – Nico Rosberg 122
    7 – Felipe Massa 89
    8 – Romain Grosjean 72
    9 – Jenson Button 58
    10 – Paul di Resta 36
    11 – Nico Hulkenberg 31 (+2)
    12 – Adrian Sutil 26 (-1)
    13 – Sergio Perez 23 (-1)
    14 – Daniel Ricciardo 18
    15 – Jean-Eric Vergne 13
    16 – Pastor Maldonado 1

    Campeonato de construtores

    1 – Red Bull-Renault 402
    3 – Ferrari 284
    2 – Mercedes 283
    4 – Lotus-Renault 239
    5 – McLaren-Mercedes 81
    6 – Force India-Mercedes 62
    7 – Sauber-Ferrari 31 (+1)
    8 – Toro Rosso Ferrari 31 (-1)
    9 – Williams-Cosworth 1

    +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    Disputa em corridas:

    Vettel 13 X 1 Webber
    Alonso 13 X 1 Massa
    Button 11 X 3 Perez
    Raikkonen 11 X 3 Grosjean
    Rosberg 5 X 9 Hamilton
    Hulkenberg 11 X 3 Gutierrez
    Di Resta 6 X 8 Sutil
    Maldonado 8 X 6 Bottas
    Vergne 7 X 7 Ricciardo
    Pic 12 X 2 Van der Garde
    Bianchi 12 X 2 Chilton

  3. A frase do Villeneuve sobre o Gutierrez resume bem a “contribuição” que o cucaracha pode dar a uma equipe de F1:

    “O que esse cara deu à Sauber até hoje?”

    E eu mesma respondo, com outra pergunta: além de dólares?????
    Vem, Barrica!!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: