A única alegria inglesa


Hoje a Mercedes confirmou a lógica. E amanhã?

Fala povo. Vamos em frente com mais uma classificação, da corrida que completa a primeira metade do campeonato (embora a metade exata seja na metade da corrida da Alemanha), mas o GP da Inglaterra (ou Grã-Bretanha para alguns) não vem dando muitas alegrias para quem é da casa, exceto para um piloto.

Lewis Hamilton aproveitou o momento bom da Mercedes em classificação (além da pizza servida no julgamento da FIA) e mostrou para a sua torcida a sua qualidade, voando no Q3 e garantindo mais uma pole position para a montadora alemã. Com os dois carros na primeira fila, cabe a equipe prateada mostrar que os testes secretos tiveram os seus benefícios (embora neguem ate não poder mais) e que o pneu não devore a borracha como sempre, o que seria o normal nessa situação.

Em caso de se confirmar a queda de rendimento da Mercedes, a vitória deve ir para o colo de Sebastian Vettel. Sem ser o carro mais rápido, fez o terceiro tempo e está só na espreita da carnificina da Pirelli para vencer. Ainda tem o escudeiro Mark Webber ao seu lado, este vivendo os últimos momentos na Fórmula 1 e com o tabu de um ano sem ganhar. Se tiver um pouco de sorte, pode quebrar o tabu.

Logo atrás, as boas surpresas do treino. A Force India esteve sempre bem, e colocou a sua dupla em quinto e sétimo respectivamente. Melhor para o caseiro Paul di Resta, que está bem colocado para sonhar com um pódio inédito. Entre ele e Adrian Sutil, esta Daniel Ricciardo, sonhando com a vaga no carro que larga na quarta posição.

A Lotus mais uma vez ficou bem aquém do esperado. Romain Grosjean ainda se qualificou à frente de Kimi Raikkonen pela primeira vez no ano. Mesmo assim, a posição de largada não dá grandes inspirações para o time de Einstone.

Ferrari: nem sombra de outras corridas

Mesmo assim, estão melhores que a Ferrari. A eliminação de Felipe Massa no Q2 era natural depois da batida de ontem, já que o acerto do carro não era mais o mesmo. Mas nem Fernando Alonso foi capaz de milagres. No fim a Estaberria ficou só em décimo e 12º com seus pilotos. Muito pouco para as pretensões no campeonato. E chega a ser um atenuante para as saraivadas de críticas ao brasileiro, que, apesar de tudo, está bem posicionado para pontuar.

No entanto, as equipes que estão lamentando mais nesse fim de semana são as tradicionais inglesas McLaren e Williams. A turma de Woking não conseguiu chegar ao final do treino e tem os dois carros longe de fazer um trabalho digno. Já a equipe de Grove, na celebração da corrida de número 600, viu seus carros em decepcionantes 16º e 17º lugares. Muito longe dos dias de glórias destas.

Bom, é isso. Amanhã a Mercedes terá que se virar com os compostos mais duros da Pirelli para ver se sobrevive na disputa pela vitória. Mas a corrida pode simbolizar o cheque-mate de Vettel em relação ao campeonato. Abraço!

Atualização: Paul di Resta foi desclassificado porque seu carro estava 1,5 kg mais leve que o peso mínimo exigido pela FIA. Com isso, o escocês cai para último no grid. A alegria dele durou muito pouco

Pos. Piloto (Nac./Equipe) Tempo Voltas
1º. Lewis Hamilton (ING/Mercedes) 1min29s607 12
2º. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 1min30s059 12
3º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault) 1min30s211 14
4º. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault) 1min30s220 15
5º. Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso-Ferrari) 1min30s757 20
6º. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) 1min30s908 17
7º. Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) 1min30s955 23
8º. Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) 1min30s962 17
9º. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) 1min30s979 16
10º. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) 1min31s649 12
11º. Felipe Massa (BRA/Ferrari) 1min31s779 15
12º. Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso-Ferrari) 1min31s785 16
13º. Sergio Pérez (MEX/McLaren-Mercedes) 1min32s082 15
14º. Nico Hulkenberg (ALE/Sauber-Ferrari) 1min32s211 15
15º. Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) 1min32s359 18
16º. Valtteri Bottas (FIN/Williams-Renault) 1min32s664 10
17º. Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber-Ferrari) 1min32s666 11
18º. Charles Pic (FRA/Caterham-Renault) 1min33s866 6
19º. Jules Bianchi (FRA/Marussia-Cosworth) 1min34s108 8
20º. Giedo van der Garde (HOL/Caterham-Renault) 1min35s481 3
21º. Max Chilton (ING/Marussia-Cosworth) 1min35s858 10
22º. Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) Desclassificado 19

Publicado em junho 29, 2013, em Automobilismo, F1 e marcado como , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. Disputas de classificação:

    Vettel 8 x 0 Webber
    Alonso 6 X 2 Massa
    Button 5 X 3 Perez
    Raikkonen 7 X 1 Grosjean
    Rosberg 3 X 5 Hamilton
    Hulkenberg 8 X 0 Gutierrez
    Di Resta 5 X 3 Sutil
    Maldonado 3 X 5 Bottas
    Vergne 3 X 5 Ricciardo
    Pic 5 X 3 Van der Garde
    Bianchi 7 X 1 Chilton

  2. Se nem El Fodon conseguiu um brilhareco, pq cobrar qq coisa do fuMASSA? Agora é correr atrás de uns pontinhos a qui e ali e ir enchendo as burras com as doletas do Santander, q vai mal das pernas e luta para sobreviver espoliando os correntistas brasileiros. Brasil, patrocinador oficial da FIAT e agora do SANTANDER. Viva nóis e os 150 dias trabalhados anualmente só para pagar impostos.

  3. PQP 1’29.6…CARACA…abaixo dos 1’30…que volta. Pole merecida. Mas na corrida, o carro vai comer a borracha toda, vai ser foda…

    Que merda. Esse carro da Mercedes e’ pura instigacao. Arrebenta na classificacao mas na hora da corrida come muito pneu…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: