Hora de voos mais altos


“Posso voar mesmo sem Red Bull! Duvidam???”

Salve galera! Depois de um bom tempo afastado, volto a publicar algo. Tinha em mente um texto sobre os protestos no Brasil que estão ocorrendo nas últimas semanas, mas a verdade é que faltou um pouco de inspiração para concluir (e também seria só mais um texto de um brasileirinho no meio da multidão (thanx Barrica)) mas de qualquer modo, poderei postar algo no futuro.

Bom, o assunto de hoje é a confirmação de algo que estava esperado: Mark Webber deixará a Red Bull e a Fórmula 1, para se juntar ao projeto da Porsche LMP1 no Mundial de Endurance WEC. No meu ver, foi a decisão mais sábia para todos.

Era evidente que o ambiente para o australiano na turma dos energéticos estava insustentável depois do episódio da Malásia. Com isso a sua passagem pela equipe rubrotaurina, iniciada em 2007, dava a impressão que estava com os dias contados. E evidentemente abrir mão do melhor carro do grid para provavelmente acabar numa equipe média ou pequena seria um grande retrocesso.

Porsche LMP1 ficando nos trinques para 2014

A Porsche também sai ganhando muito com a experiência que Webber pode agregar, já que o piloto já correu de endurance antes de chegar a F1 onde correu pela Mercedes. A marca alemã terá dois carros, embora o primeiro já tenha todos os pilotos fechados com o francês Romain Dumas, o alemão Timo Bernhard e o suíço Neel Jani, ainda resta duas vagas no segundo protótipo e a montadora tem planos ambiciosos logo para o seu ano de estreia. Bom a Audi e a Toyota abrirem o olho.

E em relação à dança das cadeiras da F1, a segunda vaga do time anglo-austríaco ficara muito cobiçada, mas acreditamos em três hipóteses como possíveis reforços no futuro. A opção mais simples é a promoção de um piloto da Toro Rosso, seja Jean-Eric Vergne ou Daniel Ricciardo. No entanto, os dois precisam de mais regularidade para serem opções mais fortes para Helmut Marko e Christian Horner decidirem por um deles.

Mas a grande especulação dá conta que o finlandês Kimi Raikkonen pode estar disposto a misturar energético na sua vodca. Sem dúvida é o nome mais forte que os outros dois, mas a turma dos energéticos deve estar ciente que o Matias não vai querer bancar o segundo piloto e a divisão de atenções com Sebastian Vettel pode dar algum problema. No entanto o estilo mais “relax” de Kimi historicamente impede grandes choques, mas que ninguém se atreva a contrariá-lo.

Red Bull no lugar de Burn? Fica bom com a minha vodca?

E assim uma novela termina e começa outra. Que Webber seja muito feliz na Porsche e mostre o seu potencial podendo alçar voos mais altos. Na carreira, não como este aqui em 1999:

Abraço!

Publicado em junho 27, 2013, em Automobilismo, F1 e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Tem um bom segundo piloto na ponta do coturno para ser defenestrado pela staberria. Bem q o FuMASSA poderia ser dizer disponível, pq seu fim é iminente em Maranello.

  2. Vai, Webber.

    Mostre que voar baixo é para os fracos!

  3. Salve!!!

    O Webber já era pra ter se aposentado no ano passado mas, foi teimoso e tomou uma bica na Malasia, o Kimi seria a opção mais acertada, afinal, Ricciardo e Vergne…Não são nem meio Alguersuari, e são piores que o Buemi!!!
    Uma vaga já está em aberto, falta agora as vagas da Lotus e a da Ferrari, vai ser uma dança das cadeiras interessante esse ano!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: