Hoje dá para comemorar


Fala galera! Hoje o GP da Espanha foi o de sempre: uma corrida modorrenta, apesar de algumas ultrapassagens (todas tiveram auxílio do DRS e a situação dos pneus também contribuíram demais) e sem grandes surpresas.

E o asturiano foi para galera!

Mas há uma satisfação neste domingo de Dia das Mães: Há exatos onze anos atrás todo fã de Fórmula 1 estava xingando e execrando a Ferrari depois do “Hoje não, hoje sim” na Áustria. Mas neste momento o que podemos dizer é que o dia foi de orgulho para a Estaberria de Maranello, com os dois carros no pódio.

Fernando Alonso fez o serviço de sempre. Largou muito bem, foi paciente com o uso dos pneus, ultrapassou no momento exato e soube administrar sua estratégia para vencer com folga e levar a torcida da casa ao delírio. O asturiano chegou a 32 vitórias, ultrapassando Nigel Mansell como o quarto maior vencedor da história. Pela “vida útil” de sua carreira, pode ultrapassar Ayrton Senna e Alain Prost e ficar atrás apenas de Michael Schumacher, que está bem longe nesse índice.

Em segundo lugar veio Kimi Raikkonen, que tentou uma parada a menos mas teve problemas com tráfego e alongou demais o último stint com pneus médios. Ainda assim segue na balada pela briga pelo título, a apenas pontos da liderança do mundial.

Massa não tem do que reclamar (a não ser da champanhe no olho)

Na sequência, veio Felipe Massa. O brasileiro fez uma grande corrida, largando bem e andando num ritmo parecido com Fernando Alonso por boa parte da corrida. Apesar de sofrer mais com os compostos da Pirelli, O Ravioli conseguiu manter um bom ritmo e sai com seu primeiro pódio no ano, mesmo diante da punição sofrida no sábado. Definitivamente um grande dia para ele.

A Red Bull desta vez ficou a ver navios em Barcelona. O Sebastian Vettel tentou se segurar nas primeiras posições mas nem pódio pegou. Mark Webber, que vinha bem longe dos ponteiros, conseguiu chegar logo atrás do alemão. A Red Bull pontuou com os dois carros e segue na liderança de ambos os campeonatos, mas sabe que nem tudo são flores em 2013.

Imagem mais comum da Mercedes nessa corrida: sendo ultrapassada

O pole-position Nico Rosberg bem que tentou segurar a liderança. Aguentou até a primeira parada nos boxes, mas logo o carro já deu sinais de gastos excessivos da borracha, mas ainda chegou em sexto, mesmo diante da pressão de Paul di Resta.

Na sequência veio as McLaren, com Jenson Button a frente de Sergio Perez. O mexicano começou forte e andou perto dos ponteiros no começo, mas o britânico conseguiu uma parada a menos e segurou a posição, até a pedidos da equipe para não haver problemas como no Bahrein.

Fechou os pontuáveis Daniel Ricciardo, que fez outra corrida notável e conseguiu aguentar as pressões finais de Esteban Gutierrez e somou um pontinho. O piloto da Sauber, se recuperou da classificação e fez sua melhor corrida na Sauber, mas ainda não foi desta vez que pontuou. Pelo menos o mexicano conseguiu a melhor volta da corrida, não que valha muita coisa, mas vai para as estatísticas

E Lewis Hamilton??? largando de segundo, caiu na largada para quarto, foi para a primeira parada em sexto e foi ultrapassado por quase todos os carros do grid. Levou ultrapassagem até da Williams de Pastor Maldonado! No fim, um decepcionante 12º, quase sendo superado por Adrian Sutil. Um domingo para esquecer.

Dentre os abandonos, tivemos Giedo van der Garde com a roda solta após um pit-stop desastrado da Caterham, Jean-Eric Vergne com problemas e mais problemas e Romain Grosjean, cuja suspensão traseira arrebentou sozinha, de acordo com o francês. Alguns momentos bizarros.

Bom, é isso! Daqui a duas semanas a mais charmosa e a mais travada das corridas: Mônaco. Lá nem DRS e nem pneus de isopor salvam a corrida do marasmo, mas as coisas podem acontecer com o aperto e a história pode ser outra. Abraço!

Pos. Piloto (Nac./Equipe) Tempo
1º. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) 66 voltas em 1h39min16s596
2º. Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) a 9s3
3º. Felipe Massa (BRA/Ferrari) a 26s0
4º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault) a 38s2
5º. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault) a 47s9
6º. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) a 1min08s0
7º. Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) a 1min08s9
8º. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) a 1min19s5
9º. Sergio Pérez (MEX/McLaren-Mercedes) a 1min21s7
10º. Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso-Ferrari) a 1 volta
11º. Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber-Ferrari) a 1 volta
12º. Lewis Hamilton (ING/Mercedes) a 1 volta
13º. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) a 1 volta
14º. Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) a 1 volta
15º. Nico Hulkenberg (ALE/Sauber-Ferrari) a 1 volta
16º. Valtteri Bottas (FIN/Williams-Renault) a 1 volta
17º. Charles Pic (FRA/Caterham-Renault) a 1 volta
18º. Jules Bianchi (FRA/Marussia-Cosworth) a 2 voltas
19º. Max Chilton (ING/Marussia-Cosworth) a 2 voltas
Abandonaram:
Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso-Ferrari) na 53ª volta (mecânico)
Giedo van der Garde (HOL/Caterham-Renault) na 22ª volta (suspensão/roda)
Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) na 9ª volta (suspensão)

Publicado em maio 12, 2013, em Automobilismo, F1 e marcado como , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 11 Comentários.

  1. O Kimi, devagar e sempre, vai conquistando seus pontos. Sera’ o campeao desse ano.

  2. Campeonato de pilotos

    1 – Sebastian Vettel 89
    2 – Kimi Raikkonen 85
    3 – Fernando Alonso 72 (+1)
    4 – Lewis Hamilton 50 (-1)
    5 – Felipe Massa 45 (+1)
    6 – Mark Webber 42 (-1)
    7 – Romain Grosjean 26
    8 – Paul di Resta 26
    9 – Nico Rosberg 22
    10 – Jenson Button 17
    11 – Sergio Perez 12
    12 – Daniel Ricciardo 7
    13 – Adrian Sutil 6
    14 – Nico Hulkenberg 5
    15 – Jean-Eric Vergne 1

    Campeonato de construtores

    1 – Red Bull-Renault 131
    3 – Ferrari 117 (+1)
    2 – Lotus-Renault 111 (-1)
    4 – Mercedes 72
    5 – Force India-Mercedes 32
    6 – McLaren-Mercedes 29
    7 – Toro Rosso Ferrari 8
    8 – Sauber-Ferrari 5

    +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    Disputas de classificação:

    Vettel 5 x 0 Webber
    Alonso 3 X 2 Massa
    Button 4 X 1 Perez
    Raikkonen 5 X 0 Grosjean
    Rosberg 2 X 3 Hamilton
    Hulkenberg 5 X 0 Gutierrez
    Di Resta 4 X 1 Sutil
    Maldonado 2 X 3 Bottas
    Vergne 1 X 4 Ricciardo
    Pic 3 X 2 Van der Garde
    Bianchi 5 X 0 Chilton

    Disputa em corridas:

    Vettel 5 X 0 Webber
    Alonso 4 X 1 Massa
    Button 3 X 2 Perez
    Raikkonen 4 X 1 Grosjean
    Rosberg 1 X 4 Hamilton
    Hulkenberg 3 X 2 Gutierrez
    Di Resta 3 X 2 Sutil
    Maldonado 3 X 2 Bottas
    Vergne 2 X 3 Ricciardo
    Pic 5 X 0 Van der Garde
    Bianchi 5 X 0 Chilton

  3. Algumas gotas:

    1 – Richard Branson finalmente cumpriu sua aposta com Tony Fernandes, feita em 2010 sobre o desempenho das equipes deles na Fórmula 1.

    http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-geral,empresario-se-veste-de-aeromoca-mas-perde-emprego-na-primeira-viagem,153407,0.htm

    2 – A FIA quase puniu Fernando Alonso simplesmente porque pegou a bandeira da Espanha após a vitória. Tem horas que esse regulamento é simplesmente ridículo!

    3 – E o asturiano ainda quase teve um problemão: O pneu dele furou quando estava prestes a parar nos boxes e quase prejudicou ele. Mas o espanhol mostrou ser mais uma vvez “El Fodón de las Asturias”

    http://globoesporte.globo.com/platb/voandobaixo/2013/05/12/rapidinhas-catalas/

  4. Sono 2 x 0 Felipe!
    Faço toda uma preparação pra assistir o GP, e durmo igaul uma pedra!
    Obrigado, turno da noite!!!!

    • O GP da Espanha e’ particularmente perfeito para os adeptos da sonoterapia. Hoje ate’ que foi “emocionante” por (max) 13 voltas. Depois disso, foi so’ levar ate’ o fim.

      • Tá sendo bonzinho, Trapizomba, 13 voltas. Eu diria 13 segundos… essa pista não dá, e as ultrapassagens artificiais estão assassinando a Fórmula 1 com pneus de farinha e asa móvel. Isso não é esporte motor.

  5. Kimi: “Talvez a vitória fosse possível quando estávamos na liderança, mas tínhamos pneus usados, e Alonso estava com novos. É muito fácil ultrapassar, então não havia nenhum motivo para realmente lutar com ele, porque você não consegue mantê-lo atrás. Eu sabia que caso eu conseguisse ficar um pouco mais próximo, talvez eu tivesse chances. Mas no final, ele estava muito rápido”, analisou.

    O cara e’ ducaralho, falou o que foi. E fez o que pode. Mas o Alonso e’ foda tb, e nao tem nada a ver com braco, e’ simplesmente inteligencia. O cara sabe exatamente aonde todo mundo esta’, pneus, paradas…o cara sabe a hora exata de ir pros boxes, etc…Ai’ fica dificil.

    Mas o Kimi pode chegar la’. Isso pq tem pistas que nao favorecem o carro da ferrada e ai’ o cachaca vai continuar com aquela consistencia finlandeza e penetrar no ambito espanhol e alemao.

    Quem viver, vera’…

  6. Eu ia comentar sobre o desempenho dos pilotos, como de costume, mas essa corrida de Barcelona é tão ruim que fiquei sem vontade. Volta Jerez!

    Agradeço pela lembrança e sugestão de presente pelo comentário 11mil, mas como já sou uma caixa de palitos de dente, não seria muito útil… de qualquer forma, valeu a consideração.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: