Overdose!


Salve galera! Temos muita coisa para colocar em ordem. Pois aconteceu de tudo hoje, e como prometido lá vai a overdose de velocidade:

Será que o time de Tony Fernandes sai da fossa?

Caterham CT03:

Hoje foi o dia das duas nanicas botarem seus novos carros na pista. A Caterham seguiu um estilo mais conservador no seu carro carro. Mudou muito pouco aerodinamicamente, focando mais na parte traseira. Até o bico de ornitorrinco foi mantido. Quanto as cores, permaaneceu o verde e amarelo, com um tom mais laminado. Até que na cor ficou bem bonito, mas a forma não foi a melhor. Agora, se o carro vai ser bom o suficiente para andar perto das equipes médias e, quem sabe, somar um mísero ponto, isso deve ser ainda mais difícil que 2012. Pois parece mais complicado e com uma dupla bem mais inexperiente em relação ao ano passado: Veremos se Charles Pic e Giedo van der Garde farão o dever de andar pelo menos à frente da Marussia.

O carro que será guiado por Luiz Razia

Marussia MR02:

Já o time rubronegro teveuma postura mais arrojada no design. O modelo apresenta uma traseira mais elaborada e um bico mais baixo. tem um degrau no bico (o que não tinha ano passado), mas é bem discreto. As cores seguem a mesma, mas com um layout diferente. O detalhe que fica é a ausência da Virgin no patrocínio, o que marca o adeus definitivo de qualquer ligação de Richard Branson com a escuderia.

Outra novidade é a presença do Kers. Com isso todas as equipes tem o recurso e ninguém sofrerá com a falta dos cavalos extras (a não ser em caso de algum problema, algo que pode acontecer com uma equipe menos estruturada, como a Marussia)

NA disputa com o time de Tony Fernandes, a Marussia deverá ter a mesma dificuldade: pilotos inexperientes para desenvolver o bólido. Max Chilton nunca empolgou na GP2 e está mais pela grana do pai, acinista da AON. Quanto a segunda vaga, a parada quase resolvida pode virar um dilema.

Isso porque Luiz Razia saiu contando para todo mundo que a vaga estava no papo, mas a equipe anglo-russa ainda não confirmou nada e o chefe de equipe John Booth até desconversou sobre a vaga. Bom, seria uma burrada daquelas se o piloto e a assessoria dele saíssem falando por aí que já está tudo certo quando não está. Todo mundo replicou, até o Jornal Nacional. Então acredito que o único problema são detalhes contratuais, ou em caso mais grave, a dependência de patrocinadores. mas se razia não alinhar em Melbourne, vai ser o vexame do campeonato, antes mesmo de começar. Espero que as coisas estejam certas mesmo.

UPDATE:  A Marussia acabou com qualquer suspense hoje de manhã e já confirmou o baiano Luiz Razia como piloto da equipe. Como já dito antes, não haveria o menor sentido ser feita toda a divulgação e o negócio melar. O brasileiro já guiará o MR02 em Jerez e não terá nenhum grande atraso na adaptação do carro. Boa sorte para ele

Quem sabe o caminho certo?

Sim, existe vida fora da Fórmula 1

Pois é, se razia ainda busca a garantia para ficar na Fórmula 1, Bruno Senna desencanou de vez. Apesar de muita gente falar das chances dele assumir a Force India, ou de uma possível chance na DTM, o Primeiro-Sobrinho optou pelo mundial de endurance. O brasileiro vai correr pela Aston Martin na classe GT.

O próprio Bruno admitiu que o que pesou é a chance de vitória, que não teria na F1. A DTM seria uma possibilidade, mas só tinha vaga na Mercedes e com Toto Wolff no comando, a situação não seria agradável. Fez uma boa escolha no fim das contas, onde pode enfrentar as Ferrari de igual para igual e sonhar com vitória na sua respectiva classe nas 6 Horas de Spa-Francorchamps e, principalmente, nas 24 Horas de Le Mans.

Bom, se não era o que a torcida brasileira esperava, pelo menos ele pode ser mais feliz. Então vá atrás da felicidade, Lalli!

Queimou algumas coisas no carro do Rosbife

E os carros estão na pista!

Este dia foi o primeiro movimento dos carros de 2012. Tirando a Williams que só apresenta o FW35 em 19 de fevereiro, todos os demais foram com as máquinas que estarão na pista em 2013.

Claro que é extremamamente temeroso fazer qualquer projeção em um dia de teste, sendo que ainda temos uma a semana inteira e mais duas sessões em Barcelona. Mas tem quem estea mais confiante, como Felipe Massa que já sentiu que o F138 é melhor que o F2012.  A única coisa que dá para dizer é que as nanicas devem permanecer atrás, já nas posições mais graúdas, nada ainda a se definir.

Agora, uma coisa que tem um valor, é aquestão de durabilidade. As escuderias prateadas ficaram devendo neste quesito. mcLaren e Mercedes tiveram problemas e perderam tempo no treino. Jenson Button ainda conseguiu voltar na segunda sessão e ser o mais rápido na soma de treinos, minimizando o prejuízo. Já Nico Rosberg não teve a mesma sorte. O carro soltou labaredas na manhã, e com isso, a ross racing ficou de fora da segunda parte. A falta de quilometragem pode ser um fato a atrapalhar na evolução do W04. Um péssimo começo.

Bom, aí vão os tempos:

1 – Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – 1m18s861 (37 voltas)
2 – Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault) – 1m19s709 – a 0s848 (73)
3 – Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) – 1m19s796 – a 0s935 (54)
4 – Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) – 1m20s343 – a 1s482 (89)
5 – Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso-Ferrari) – 1m20s401 – a 1s540 (70)
6 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – 1m20s536 – a 1s675 (64)
7 – Nico Hulkenberg (ALE/Sauber-Ferrari) – 1m20s699 – a 1s838 (79)
8 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – 1m20s846 – a 1s985 (11)
9 – Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) – 1m20s864 – a 2s003 (84)
10 – Giedo van der Garde (HOL/Caterham-Renault) – 1m21s915 – a 3s054 (64)
11 – Max Chilton (ING/Marussia-Cosworth) – 1m24s176 – a 5s315 (29)

Só nos 19:

Bernie Ecclestone até pensou em manter o calendário com vinte corridas depois do fiasco do GP das Américas, queria uma corrida na Europa. Tinha opções na França (Magny-Cours e Paul Ricard) Áustria (Red Bull Ring) e Portugal (Portimão), mas no fim, tudo subiu no telhado. A Fórmula 1 só correrá em 19 lugares diferentes em 2013. Ninguém tinha grana, nem a estrutura que o velhote queria. (Ou tinha, a grana pesou mais). De qualquer modo a F1 fica cada vez mais longe do Velho Continente.

Enfim, a decisão:

Eu sei que o Trapizomba me furou e postou antes, mas vou colocar mais uma vez. O capítulo final do comercial da Ford com Nelson Piquet e Nigel Mansell foi ao ar. Se na classificação, o Leão levou a melhor, a corrida teve um duelo bem eletrizante e o final foi na base do limite extremo (Felizmente sem ter encheção de saco com regulamento). Confiram novamente:

Bom é isso. Novas informações entramos em breve. Abraço!

Publicado em fevereiro 5, 2013, em Automobilismo, Carros novos, Diretoria, F1 e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 19 Comentários.

  1. Eduardo Casola Filho

    Antes de mais nada um anúncio:

    este post que leem é o de numero 200 dos que escrevi. QUero agradecer a todos que ainda confiam aqui no blog, pedir descupla por algum eventual equívoco edesejo toda a gratidão a quem nos apoiou no momento mais difícil. Valeu a todos.

  2. Tava na cara que o Nelson ia ganhar mais uma. O Manso não é páreo para o Língua Afiada.
    Parabéns pelo 200º post.
    A Marússia pintou como o carro mais bonito de 2013? Tive esta impressão.

    • Sem nenhuma originalidade mas, creio, com total acerto, respondo: carro bonito é o que ganha corrida!
      Então a Marussia pode ser o mais feio…

  3. O carro do rosbife queimou a traseira… algo soa familiar com isto.

  4. O Caterham parece a mesma merda do ano passado; vai ser a mesma merda.

    O Marussia me parece mais “muderno” mas o Razia vai ter que comer um dobrado para fazer essa josta andar mais do que pode, mas o cara e’ bom.

    O B Senna queria uma equipe boa? A unica vaga legal era a Force India, pq nao fisgou?

    Abs

  5. Salve Galera!!!

    Caterham, Marussia…farinha do mesmo saco!!!
    O Luiz “Azia” tem que massacrar o Maximilian Chilton, eu ainda não acho o “Azia” isso tudo, eu acredito que o Nasr venha a ser o proximo bom piloto Brazuca na F1!!!
    Senninha…Vá e não volte, alguem que conseguiu levar surra do Maldanado??? Foi tarde, apesar que a fase da Williams…Borra Bottas??? Ta feia a coisa!!!
    De resto, nós só vamos ver algo verdadeiramente real a partir do Gp da Australia.
    Quanto ao Nelsão…ELE É MUITO FÉLA DA POTA!!!

    Abraços!!!

    • Ed, quando o Piquet foi pra Brabham, ela era uma equipe mediana. Ele e tb o Gordon Murray foram as aquisicoes-chave da parade. O Gordon desenhou o BT48/BT49 e o Piquet acelerou a caranga e foram campeoes. Se o Razia vai operar um milagre na Marussia, acho dificil mas quem ta’ la’ tem que se virar e botar a cabrita pra gritar.

      • Salve Trapi, lembro bem dessa historia, juntaram o melhor engenheiro e um dos melhores pilotos (pra mim era o Nelsão e o Gilles), com o conhecimento tecnico do Murray e o conhecimento mecânico do Nelsão, fizeram a Brabham voltar a ser grande, apesar que a Brabham apesar de média na época, era uma equipe que tinha dinheiro (Tio Bernie já era fodão), então juntaram esses 3 fatores e conseguiram fazer belissimas maquinas, quanto ao “Azia”, ele tem que matar o Chilton e buscar coisa melhor pois se ficar vacilando na Marussia, vai ter o mesmo destino do Lalli…VAI “AZIAAAAAAA”.

  6. Sobre o vídeo da Ford: a ideia foi boa, mas eu esperava um resultado melhor. Foi muita encenação. Quem sabe se liberassem os dois pra competir de verdade? (com o Prost de chefe dos comissários, pra decidir as punições quando necessário)
    E, claro, depois cortar a cena em que o Piquet sorrateiramente tira pressão dos pneus do Mansell na noite anterior à corrida…

    • Vc acha que foi armacao?

      Eu acho que foi normal. Posso estar enganado, mas qual diferenca faria se o Mansell tivesse ganhado? Pra Ford, nenhuma. “A Vinganca” ou outra porra qualquer, tanto faz. Foi uma jogada maneira.
      E tb, querida, se o Piquet ganhou e’ pq nao teve armacao nenhuma, ne’ santa?

      Bjs

      • O Nelson Souto Maior não precisaria de armação nenhuma pra ganhar, não é a isso que me refiro (viúva detected?). Mas as cenas parecem editadas. Claro que não é a corrida na íntegra, somente alguns momentos; mesmo assim, está parecendo cinematográfico demais, pouco realista. Reparem, por exemplo, que em 3:04 o Nelson bate no Ernest James e o faz perder a traseira, o que lhe dá uma grande vantagem visível já em 3:07 (o Ford do inglês neste momento estava praticamente parado, enquanto o pai do Tamsma estava numa velocidade que deveria ser considerável. Aí, já, em 3:12, a diferença entre eles é menos de 1 segundo, estimo visualmente. Em outros momentos, é possível observar a diferença entre os pilotos se alterando muito rapidamente. E aquela ultrapassagem em 1:45? Alguém vai querer me convencer que o carro fora da pista iria manter o controle e ser mais rápido que o que está na pista? E quanto às várias vezes em que o carro que está atrás sai da trajetória para ameaçar ultrapassar? Não iria perder a tangência (e, consequentemente, velocidade) nas curvas? Para carros teoricamente iguais, isso faria muita diferença.
        Mesmo com carros iguais, qual a chance de dois pilotos (mesmo que dos bons) andarem o tempo todo tão próximos, até a linha de chegada? Reconheço que existe, mas não tenho dúvida que é pequena. Convenhemos que, no mínimo, seria muita “sorte” da Ford…
        O que acham, humanos?

  7. Agora o bicho pegará de verdade, alias ano que vem né.

    http://tazio.uol.com.br/f1/ferrari-confirma-retorno-de-rory-byrne-a-equipe-tecnica

    Falta o Murray pra porra ficar totalmente séria e fodástica.

    • Na matéria, o autor afirma que o Narain é o melhor piloto indiano da história da Fórmula 1. Lanço a dúvida: quem era melhor (ou pior), ele ou o Chandhok? Que tal uma enquete sobre esta dúvida, como sinal da decadência técnica (da maioria, mas felizmente não totalidade) dos pilotos de Fórmula 1 da atualidade?

  8. A Caterham com aquele carro verde abacate, um proprietário malaio chamado Tony Fernandes (nome de ator pornô), um piloto chamado Charles Pica e outro cujos fonemas silábicos remetem a um gutural giedovandergarde!! (saúde!)…é uma piada tão pronta quanto o Lucca Howbadyouare.

    • Nelsão tinha razão. Porque chamavam o Prost de professor, mesmo? Deve ser coisa de alguma Globo europeia…

      • Sejamos justos, foi uma manobra incrivel, sem palavras mas, o carro do Nelsão era somente o melhor do grid, o tal professor estava com uma carroça, a Mclata já estava com o motor defasado (TAG Porsche), ninguem é Tetracampeão atoa…só o Schumacher ganhou mais corridas que o Frances!!! O cara era fodão mesmo!!! Mas o Nelsão era melhor com certeza!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: