Não dá para reclamar!


Sem divulgar a fórmula da champanhe no Twitter, hein Hamilton?

Esse é o sentimento do Grande Prêmio da Itália. A corrida foi muito boa e botou novos ânimos nos campeonatos de pilotos e de construtores. O vencedor, Lewis Hamilton foi soberano na corrida e não deu chances a ninguém, mas daí para trás, a coisa foi bem mais intensa. No fim, podemos dizer que Fernando Alonso recuperou boa parte do prejuízo de Spa-Francorchamps.

O inglês teve trabalho em dois momentos: Na largada, segurando o ataque de Felipe  Massa e depois do primeiro pit-stop, quando tinha Sergio Perez na frente, passou sem dificuldades e apenas administrou a vitória que lhe abre as esperanças de brigar pelo título, agora que assumiu a vice-liderança.

Keep you confirm to understand the message? Okay!

A briga pelo segundo lugar saiu conforme o programado pela Ferrari. Com a quebra de Jenson Button, Massa se manteve nessa posição, mas com Fernando Alonso fazendo uma grande corrida, fazendo muitas ultrapassagens, era natural a ordem de equipe e pela situação do campeonato, não havia outra escolha. Todo mundo reclama, mas não há o que discutir. Se foi feito em 2010, numa situação bem mais controversa, por que não seria feita hoje?

Mas o que a Estaberria de Maranello não contava era a presença de Perez. O mexicano tinha os pneus médios na parte final da corrida e, com o carro mais leve, voou na pista, passou feito um trator por todo mundo e chegou bem perto de Hamilton. Um segundo lugar que faz jus ao trabalho que vem fazendo este ano e conseguindo a atuação que não conseguiu na Bélgica, semana passada. Aliás, o pódio da corrida italiana foi formado pelos três pilotos alijados na largada pela maluquice de Romain Grosjean. Uma “justiça divina”.

Quanto a Massa, ainda que tenha ficado fora do pódio, fez um bom trabalho no fim de semana. Andou bem desde a classificação e na corrida andou num bom ritmo, mas sofreu com o desgaste de pneu, algo normal do F2012, cumpriu o dever com a equipe e repetiu o seu melhor resultado do ano. Para a renovação com a equipe, fez tudo certo.

Kimi Raikkonen e Michael Schumacher andaram juntos praticamente a corrida inteira e foram ultrapassados da mesma forma praticamente todas as vezes quando tinha um adversário na disputa. No fim ainda se aproximaram de Massa, mas em vão. Para Kimi, o saldo não foi tão ruim, pois passou Sebastian Vettel na classificação e permanece no páreo.

Nico Rosberg foi o sétimo, em boa corrida. Fez a mesma estratégia de Perez e ficou com a volta mais rápida da corrida, mas por andar mais atrás, ficou em sétimo. Mesmo assim, foi um bom desempenho depois de uma sequência muito fraca de resultados.

Paul di Resta e Kamui Kobayashi fizeram estratégias mais convencionais e com isso não avançaram como o mexicano. Os pontos que somaram foram úteis para as equipes, mas para a Sauber, o segundo lugar valeu bem mais.

O último pontuável foi Bruno Senna. Fez uma boa largada e brigou muito, levou uma fechada do escocês da Force India, seguiu se segurando com pneus bem gastos e na última volta superou Daniel Ricciardo, somando mais um ponto e chegando à frente de Pastor Maldonado, deixando o venezuelano mais uma vez fora dos pontos. Bem verdade que Maldonado se comportou direito e evitou qualquer problema, mas a discrição o fez andar bem longe da disputa.

Alonso comeu grama e poeira, mas Vettel é que se deu mal.

A grande derrotada em Monza foi a Red Bull. Vettel vinha na briga pelos ponteiros, mas a fechada em Alonso na Biassono custou-lhe uma passagem pelos boxes. Para piorar, o carro enguiçou e o piloto alemão vê o campeonato ir ao ralo. Mark Webber rodou na saída da Variante Ascari e sem chance de pontuar encostou nos boxes. Um fim de semana trágico para a turma dos energéticos, que veem a liderança nos construtores ameaçada.

Outro que deu adeus a qualquer possibilidade foi Jenson Button,. Um problema no pescador de combustível lhe tirou um pódio certo e acabou com as esperanças do título. Talvez agora passe a atuar como um escudeiro de Hamilton, mesmo que ainda haja chances matemáticas.

Também abandonaram Nico Hulkenberg, em uma jornada muito problemática e Jean-Eric Vergne, que rodou sozinho e voou na primeira variante. Jerome D’Ambrosio quase nem apareceu, andou sem comprometer, mas não brilhou, chegando à frente apenas das nanicas.

É isso aí, daqui a duas semanas, a prova de Singapura, que já deve marcar a decadência do nível de disputa, mas o certame ainda promete muitas emoções. E semana que vem tem as 6 Horas de São Paulo, que serpa muito legal. A gente se vê lá! abraço!

1 – Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – 1h19m41s221
2 – Sergio Perez (MEX/Sauber-Ferrari) – a 4s356
3 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – a 20s594
4 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – a 29s667
5 – Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) – a 30s881
6 – Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – a 31s259
7 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – a 33s550
8 – Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) – a 41s057
9 – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) – a 43s898
10 – Bruno Senna (BRA/Williams-Renault) – a 48s144
11 – Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) – a 48s682
12 – Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso-Ferrari) – a 50s316
13- Jerome d’Ambrosio (BEL/Lotus-Renault) – a 1m15s861
14 – Heikki Kovalainen (FIN/Caterham-Renault) – a 1 volta
15 – Vitaly Petrov (RUS/Caterham-Renault) – a 1 volta
16 – Charles Pic (FRA/Marussia-Cosworth) – a 1 volta
17 – Timo Glock (ALE/Marussia-Cosworth) – a 1 volta
18 – Pedro de la Rosa (ESP/HRT-Cosworth) – a 1 volta
19 – Narain Karthikeyan (IND/HRT-Cosworth) – a 1 volta

Não completaram:

Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault) – na volta 51
Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) – na volta 50
Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault) – na volta 47
Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – na volta 32
Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso-Ferrari) – na volta 8

Publicado em setembro 9, 2012, em Automobilismo, F1 e marcado como , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 30 Comentários.

  1. A coisa ta tão feia que, quando o Massa tem um final de semana de Barrichello, significa que foi bom…

  2. Eduardo Casola Filho

    Campeonato de pilotos

    1. Fernando Alonso 179
    2. Lewis Hamilton 142 (+3)
    3. Kimi Raikkonen 141 (+1)
    4. Sebastian Vettel 140 (-2)
    5. Mark Webber 132 (-2)
    6. Jenson Button 101
    7. Nico Rosberg 83
    8. Romain Grosjean 76
    9. Sergio Perez 65
    10. Felipe Massa 47 (+1)
    11. Michael Schumacher 43 (-1)
    12. Kamui Kobayashi 35
    13. Paul di Resta 32 (+2)
    14. Nico Hulkenberg 31 (-1)
    15. Pastor Maldonado 29 (-1)
    16. Bruno Senna 25
    17. Jean-Eric Vergne 8
    18. Daniel Ricciardo 4

    ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    Campeonato de Construtores

    1. Red Bull Renault 272
    2. McLaren Mercedes 243
    3. Ferrari 226 (+1)
    4. Lotus Renault 217 (-1)
    5. Mercedes 126
    6. Sauber Ferrari 100
    8. Force India Mercedes 63
    7. Williams Renault 54
    9. Toro Rosso Ferrari 12

    ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    Disputas em Corrida

    Vettel 7 X 6 Webber
    Button 5 X 8 Hamilton
    Alonso 12 X 1 Massa
    Schumacher 6 X 7 Rosberg
    Raikkonen 10 X 2 Grosjean
    Raikkonen 1 X 0 D’Ambrosio
    Di Resta 7 X 6 Hulkenberg
    Kobayashi 6 X 7 Perez
    Ricciardo 6 X 7 Vergne
    Maldonado 4 X 9 Senna
    Kovaleinen 7 X 6 Petrov
    De la Rosa 10 X 2 Karthikeyan
    Glock 8 X 5 Pic

  3. Curiosamente, apenas quatro pontos separam a “espetacularidade” do Maldonado e a mediocridade do Bruno Senna (que estão com 29 e 25 pontos, respectivamente)

  4. Butao se f…. E a ferrada foi mais sutil na ordem hj.

  5. É companheiro, a fuMassa andou bem, fez tudo o que a rossa dava e a equipe permitia, mas…
    a tocada do Perez é de deixar qq chefe de equipe com segundas intenções pro mexicano, inclusive um tal de Montezenollo. Vai dar barganha nisso, tipo: ô Peter, vc continua com nossos motores em 2014, ganha um bom desconto, leva o macarroni e me envia o chesperito. Viajei? Acho q não.

  6. Hamilton na Mercedes = AMG? Chucrute na McLata, afinal estas equipes tem parceria e o alemão faz mt bem para a F1. Ele tem grife, o nome dele dá ibope na imprensa mundial e isso é o q vale pro tio gagá.

    Escreve aí: O velho e bom Dick Vigarista não para em 2012. Profetizei.

  7. 1 parada funcionou bem para a maioria.

    Mas o Perez saindo em 12 e com pneus duros, depois parando na volta 30 e botando os medios foi show de tatica.

    • O melhor foi Burti e Galvão falando merda e dizendo que o pneu médio de Pérez não iria aguentar. Óbvio que como carro mais leve ele renderia mais. Se Hamilton for pra Mercedes, eu aposto em Pérez na Mclaren.

  8. Gostei da corrida! E essa performance do Perez me lembrou do GP da Itália de 1999, que o Barrica também fez uma corridaça (acho que terminou em 3º), e logo após saiu o anúncio de sua contratação pela Ferrari. Esse desempenho do mexicano significa!!!

  9. Se o Sergio Chapolin Perez fosse brasileiro, ele ja seria chamado pelos ufanistas de novo Senna… mas como ele é Mexicano, tem gente que fala que ainda tem muito a provar, vão pro inferno, o cara é show, uma das melhores coisas que aconteceram nos ultimos anos da F1!!!

  10. Sem maiores comentátios, mas quando digo que tenho saudade da f-1 dos anos 80 sou chamado de retrógado e saudosista, mas é o fim da picada, seria cômico nao fosse trágico, vejam essa:

    http://www1.folha.uol.com.br/esporte/1150954-numerada-na-tv—e-o-fim-ate-galvao-ja-autoriza-massa-a-deixar-passar.shtml

  11. E por falar em nostalgia, valeu pela ” homenagem ” grande Cavaleiro que diz Ni. Bons tempos aqueles!!!! Muito melhor que ver negrão dançar se esfregando na garrafa, eheheh Mas tem uma coisa que novamente seria cômica não fosse trágica… Hoje, aos 54, escutei uma boa outro dia: Escutando um destes clássicos, meu irmão que está com 60 anos disse o seguinte: ” Bons tempos. A gente dançava e melava a cueca, isso quando não se “borrava” todo, eheheh o duro é que hoje eu tenho uma baita saudade de ter uma ereção em pé… Não dá mais… se não deitar o sangue que vai para as pernas deixa o garoto meio bambo….” kkkkkkkkkk valeus!

  12. Olha… Quanto tempo eu não comento por aqui !!!
    Enfim… Em uma quebra de Rotina… “Grande abraço Pessoal🙂 “

  13. Tenho medo dessa ‘pílula azul’…dizem que o Pastor toma duas antes de cada corrida e pensa que o câmbio ainda é daqueles esportivos manuais, curtinhos…

  14. E pior foi o Grosjean, que seguiu seu conselho e acabou esporrando pra todo lado!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: