Um grande retorno ao batente


Na malhor que voltar de férias vendo a Água Vermelha…

A volta das férias saiu melhor que a encomenda. a classificação para o Grande Prêmio da Bélgica ficou bem embaralhada e a largada, assim como a corrida inteira deve ser bem tensa. O grid tem muitas novidades para começar na pole. Essa foi a primeira de Jenson Button pela McLaren, quebrando um tabu de mais de sessenta corridas, quando ainda corria na Brawn GP.

E Button fez em grande estilo. Não deu a menor chance no Q3 e voou até a pole, nesta que é a sua corrida de número 50 na equipe de Working. O britânico tem uma boa oportunidade de se recuperar depois da temporada enfadonha que passou antes das férias.

Depois, vem a grande surpresa e grande preocupação da turma de trás. Kamui Kobayashi voltou a mitar, fazendo uma volta muito boa, alçou a primeira fila. Foi a segunda vez que um japonês chega nesta posição. Antes só Takuma Sato, no GP da Europa de 2004 tinha conseguido este feito. Se fizer tudo certinho desde a largada pode fazer história amanhã.

Atrás dele, vem Pastor Maldonado. O venezuelano não pareci que faria grande coisa, andando no bloco intermediário do Q1 e sofrendo para passar no Q2. Mas no final, também acertou a volta e faz uma boa colocação. Agora com Kobayashi e Maldonado juntos, podemos imaginar um dejà vu dessa cena?

Mas a alegria do Maldonado pode durar pouco, já que ele está sob investigação por um entrevero com Nico Hulkenberg e pode despencar no grid. Uma lástima para ele e para a Williams.

Quem está sob investigação é Kimi Raikkonen. O finlandês fez o quarto tempo, e pelo seu histórico amplamente positivo, tudo indica que seria o grande adversário de Button na briga pela vitória, mas ele teria cortado a Eau Rouge na volta rápida e pode ser punido. Veremos o que os comissários capitaneados por Eliseo Salazar, decidirão.

Com isso, quem pode herdar o terceiro lugar é Sergio Perez. Seria um sonho ver o time do tio Peter fazer um fim de semana tão bom.  Embora o mexicano tenha tomado meio segundo. A classificação está sendo auspiciosa.

O líder do campeonato, Fernando Alonso, foi o sexto. A Ferrari mostrou alguns lampejos no terceiro treino, mas na classificação esteve longe do brilho desejado. Mesmo assim a colocação é razoavelmente boa para as intenções do campeonato, especialmente quando está na frente de seus principais adversários.

Lewis Hamilton não fez uma boa classificação. Nunca apareceu com força nos treinos e vai partir em sétimo, sem demonstrar muitas esperanças. Romain Grosjean vem logo atrás, também sem brilhar e cometendo alguns erros. Também não dá para esperar um desempenho arrebatador na corrida. Fechou a superpole Paul di Resta, que conseguiu colocar o carro no Q3, apesar de apanhar de Hulkenberg durante boa parte do treino. Um resultado importante para ele.

A grande decepção foi a Red Bull. A turma dos energéticos andou para trás. Mark Webber ainda chegou ao Q3 e fez o sétimo tempo, mas trocou o câmbio pela segunda vez em 3 corridas e parte de 12º. Já Sebastian Vettel sequer chegou a terceira parte do treino e parte de décimo. Vai ser um fim de semana sofrível para os rubro-taurinos.

Os pilotos brasileiros, por sua vez, já sabem essa rotina. Felipe Massa foi novamente apático e passou longe do top ten, chegando só em 14º. Bruno Senna teve problemas com o DRS e andou muito longe do ritmo do companheiro de equipe. Ele ainda rodou numa das tentativa e foi o último no Q2, Parte em 17º, sabendo que vai ralar muito.

Quem também sofre bastante é a Mercedes. Michael Schumacher não tem muitos motivos para sorrir na festa do seu GP 300. Sem competitividade o fim de semana inteiro, as chances de festejar um bom resultado são ínfimas, partindo de 13º. Meso assim ainda tem um bom histórico na pista e até ele pode sonhar. Já Nico Rosberg vive um inferno astral. Quebrou o câmbio no FP3, perdeu cinco posições e sequer passou do Q1. Vai largar na última fila, ao lado da chincane ambulante do Narain Karthikeyan. A turma prateada está mal das pernas…

Amanhã não deve chover no decorrer da prova, mas como a região das Ardenas é sempre complicada em termos de meteorologia, não dá para descartar qualquer possibilidade, especialmente se tratando de Spa-Francorchamps. O grid embaralhado pode mudar tudo. Até lá. Abraço!

1 – Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – 1m47s573
2 – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) – 1m47s871
3 – Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) – 1m47s893
4 – Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) – 1m48s205
5 – Sergio Perez (MEX/Sauber-Ferrari) – 1m48s219
6 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1m48s313
7 – Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – 1m48s394
8 – Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) – 1m48s538
9 – Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) – 1m48s890
10 – Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) – 1m49s722
11 – Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) – 1m49s362
12 – Mark Webber (AUS/RBR-Renault) – 1m48s392*
13 – Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – 1m49s742
14 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – 1m49s588
15 – Jean-Eric Vergne (FRA/STR-Ferrari) – 1m49s763
16 – Daniel Ricciardo (AUS/STR-Ferrari) – 1m49s572
17 – Bruno Senna (BRA/Williams-Renault) – 1m49s958
18 – Heikki Kovalainen (FIN/Caterham-Renault) – 1m51s739
19 – Vitaly Petrov (RUS/Caterham-Renault) – 1m51s967
20 – Timo Glock (ALE/Marussia-Cosworth) – 1m52s336
21 – Pedro de la Rosa (ESP/HRT-Cosworth) – 1m53s030
22 – Charles Pic (FRA/Marussia-Cosworth) – 1m53s493
23 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – 1m50s181*
24 – Narain Karthikeyan (IND/HRT-Cosworth) – 1m54s989

*punido em cinco posições pela troca de câmbio

Publicado em setembro 1, 2012, em Automobilismo, F1 e marcado como , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 7 Comentários.

  1. Eduardo Casola Filho

    Disputas do Grid*

    Vettel 6 X 6 Webber
    Button 2 X 10 Hamilton
    Alonso 12 X 0 Massa
    Schumacher 6 X 6 Rosberg
    Raikkonen 5 X 7 Grosjean
    Di Resta 6 X 6 Hulkenberg
    Kobayashi 7 X 5 Perez
    Ricciardo 9 X 3 Vergne
    Maldonado 10 X 2 Senna
    Kovaleinen 10 X 2 Petrov
    De la Rosa 11 X 0 Karthikeyan
    Glock 7 X 5 Pic

    *Considerando treino de classificação.

  2. Eduardo Casola Filho

    Confirmado! Maldonado perdeu três posições e larga em sexto, ao lado do Alonso.

  3. Massa, o único tomando de 12 x 0. Pode isso, Arnaldo? Vou torcer pelo Sérgio Perez. Na F1 o Brasil definitivamente não tem culhões.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: