Nada como um dia após o outro


Será que ele se recupera?

Enquanto o mundo volta sua atenção para Londres, com o começo do certame olímpico, um piloto da terra da rainha resolveu usar o fim de semana para se reencontrar no campeonato. Lewis Hamilton não deu chance à ninguém na pista de  Hungaroring. Com a pole, que sempre é importante no circuito magiar, o britânico tem tudo para disparar e ganhar a corrida para manter as esperanças de título.

Desde o Q2 ele conseguia uma vantagem elevada para os demais pilotos. A McLaren também mostrou que as mudanças aerodinâmicas surtiram efeito nos dos últimos GP’s. De quebra esta foi a pole de número 150 na história da escuderia de Working. Até Jenson Button voltou a se qualificar bem, partindo de quarto. Se o ritmo de corrida também for bom, vai ser difícil de deter o carro rubro-prata.

As Lotus parecem ser oponentes complicadas. O carro se acostumou bem ao clima e ao traçado húngaro, com os dois carros em ótima forma. Romain Grosjean parte em segundo e Kimi Raikkonen de quinto. Como tem a vantagem de poupar mais os pneus, pode mostrar a força necessária no momento decisivo.

No meio deste bolo, está Sebastian Vettel. A Red Bull não demonstrou muita força e talvez esteja sentindo a tal mudança de mapeamento dos motores. (embora o acerto para a Hungria seja bem diferente da Alemanha). O fato é que Vettel vai ter que se esforçar muito para chegar  nas primeiras posições e tentar descontar a desvantagem para Fernando Alonso.

O espanhol por sua vez, não foi além do sexto lugar e vai fazer o dever de casa para somar os pontos necessários para administrar a vantagem.

Depois dele veio Felipe Massa. Ainda não foi desta vez que o brasileiro conseguiu superar, mas a diferença de 56 milésimos de segundo já mostra a evolução dele, necessária para uma possível renovação com a Estaberria de Maranello para 2013.

Na sequência, vieram as Williams, que estão andando bem. Bruno Senna chegou pela primeira vez ao Q3, e só não foi melhor por ter dado uma travada na volta boa do pneu, mas tem a vantagem de largar da parte limpa da pista. Esta pode ser a chance que o brasileiro precisava para mostrar que merece permanecer na categoria.

Fechou o top-ten Nico Hulkenberg, que vai crescendo no conceito de muita gente e no confronto direto com Paul di Resta. Vai se tornando um nome forte nas especulações sobre quem vai guiar pelas principais equipes no próximo ano.

Mark Webber andou para trás. O australiano ficou fora do Q3 e vê o campeonato se distanciando. Só foi elogiá-lo e o desempenho dele caiu drasticamente. A carruagem australiana voltou a ser abóbora. Talvez a parada de agosto venha em momento oportuno para arrumar a casa na turma dos energéticos.

Quem também andou mal foi a Mercedes. Tanto Nico Rosberg, como Michael Schumacher terão uma corrida complicada, largando de 13º e 17º respectivamente. a turma da Flecha de Prata terá trabalho para pontuar neste fim de sema. Embora nesta pissa fosse previsto um fim de semana complicado, já que a pista não ajuda muito ao estilo do carro.

Tudo está aí e teoricamente teríamos uma nova procissão, mas há uma previsão de chuva e toda a análise já dita aqui pode ir por água abaixo. De qualquer forma, se vier água, a corrida pode e deve ficar legal. Portanto até lá! Abraço!

1 – Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – 1m20s953
2 – Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) – 1m21s366
3 – Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault) – 1m21s416
4 – Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – 1m21s583
5 – Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) – 1m21s730
6 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1m21s844
7 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – 1m21s900
8 – Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) – 1m21s939
9 – Bruno Senna (BRA/Williams-Renault) – 1m22s343
10 – Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) – 1m22s847

Eliminados no Q2
11 – Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault) – 1m21s715
12 – Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) -1m21s813
13 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – 1m21s895
14 – Sergio Perez (MEX/Sauber-Ferrari) – 1m21s895
15 – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) -1m22s300
16 – Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso-Ferrari) – 1m22s380
17 – Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – 1m22s723

Eliminados no Q1
18 – Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso-Ferrari) – 1m23s250
19 – Heikki Kovalainen (FIN/Caterham-Renault) – 1m23s576
20 – Vitaly Petrov (RUS/Caterham-Renault) – 1m24s167
21 – Charles Pic (FRA/Marussia-Cosworth) – 1m25s244
22 – Timo Glock (ALE/Marussia-Cosworth) – 1m25s476
23 – Pedro de la Rosa (ESP/HRT-Cosworth) – 1m25s916
24 – Narain Karthikeyan (IND/HRT-Cosworth) – 1m26s178

Publicado em julho 28, 2012, em Automobilismo, F1 e marcado como , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Eduardo Casola Filho

    Disputas do Grid*

    Vettel 6 X 5 Webber
    Button 1 X 10 Hamilton
    Alonso 11 X 0 Massa
    Schumacher 5 X 6 Rosberg
    Raikkonen 4 X 7 Grosjean
    Di Resta 5 X 6 Hulkenberg
    Kobayashi 6 X 5 Perez
    Ricciardo 9 X 2 Vergne
    Maldonado 9 X 2 Senna
    Kovaleinen 9 X 2 Petrov
    De la Rosa 10 X 0 Karthikeyan
    Glock 6 X 5 Pic

    *Considerando treino de classificação.

  2. Fugindo um pouco do assunto,olha o vídeo que eu achei no youtube, provavelmente de 2006 e que tem participação especial dos 2 Dicks Vigaristas do grid:

  3. 6º – Fernando Alonso (ESP) Ferrari – 1m21s844
    7º – Felipe Massa (BRA) Ferrari – 1m21s900
    8º – Pastor Maldonado (VEN) Williams-Renault – 1m21s939
    9º – Bruno Senna (BRA) Williams-Renault – 1m22s343
    Até quando os brasileiros vão bem, eles vão mal: os dois no top ten, mas cada um atrás de seu respectivo companheiro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: