Pintou o campeão!!!


Nada o atrapalha. nem a chuva de papel picado!

Tá certo que Juan Manuel Fangio disse “carreras son carreras”, que a o campeonato só acaba na última curva da última corrida, mas parece que nada vai tirar o título daquele que é o melhor piloto do grid na atualidade. Mesmo que o asturiano tenha os defeitos dele, não há como negar que o espanhol é mais rápido que qualquer um no grid. E um corredor que sabe perfeitamente o que precisa fazer para chegar bem. Enfim, só um grande azar lhe tira o tricampeonato.

A corrida de hoje ele conduziu tranquilamente. Até por isso a etapa alemã não foi lá muito emocionante. Parece que aas equipes já descobriram o mapa da mina em relação aos pneus e daqui para frente as corridas devem ser mais enfadonhas. Espero que não, mas não dá para esperar as mesmas empolgações de antes

O espanhol teve as ameaças de Sebastian Vettel e de Jenson Button (que fez a melhor corrida dele desde a vitória na Austrália) , mas soube administrar a vantagem mesmo quando estava na zona do DRS. O asturiano soube se desvencilhar dos retardatários enquanto o alemão mostrou o velho problema de combatividade, enquanto o britânico detonou a borracha em uma freada e ficou sem pneus para brigar.

Alonso ficou seguro até a vitória e abre 34 pontos de vantagem para Mark Webber, o segundo colocado. Só perde o caneco se algo de extraordinário acontecer. Mesmo o carro já mostra que é bem melhor do que no começo do ano e que solucionou o problema de velocidade em reta. Por todos os detalhes, é nítido que o equilíbrio entre os carros deve de manter e o asturiano é regular. Esta foi a 22ª corrida seguida dele nos pontos, está a duas de igualar o recorde de Michael Schumacher entre 2001 e 2003.

Na briga pelo resto, há polêmica. Vettel passou Button à duas voltas do fim, passando por fora no hairpin, usando a área de escape. Button chiou e a manobra foi considerada ilegal pelo s comissários. Vettel foi punido em 20 segundos e caiu para quinto. Honestamente acho a manobra válida, afinal quantas vezes que vi pilotos passando em áreas de escape, por exemplo, aquela batalha Villeneuve-Arnoux, em 1979 , punição pra lá de exagerada!

Depois veio Kimi Raikkonen, no ritmo de sempre, recuperando o terreno perdido, vai somando seus pontinhos burocraticamente, mas vai se mantendo na classificação.

Em quarto lugar ficou Kamui Kobayashi. Grande corrida do mito japonês, brigou duramente com os carros da Force India, com Schumacher e com Sergio Perez. Um resultado que vem em ótima hora, após surgirem as especulações que sua vaga na Sauber estava em risco. Um desempenho digno da sua fama.

Perez também merece cumprimentos. Largou em décimo sétimo e veio atropelando quem estava na frente. Bom sexto lugar para o “Checo”. Atrás dele, veio Michael Schumacher, segurando o carro como podia e somando mais uns pontinhos, mas pouco para quem largava em terceiro.

Webber foi apenas o oitavo. Atuação discreta e o choque de realidade na atuação dele no campeonato, já que está 35 pontos atras e sem perspectivas de falhas do espanhol.

Fecharam os pontuáveis os dois Nicos. O Hulkenberg tentou segurar a quarta posição do grid, mas não conseguiu ir além do nono, já Nico Rosberg veio de 22º e aproveitou da estratégia para subir e ficar como o último pontuável.

Os brasileiros tiveram outra jornada sofrível. Felipe Massa tocou em Daniel Ricciardo na primeira e ficou sem a asa dianteira. Tentou a recuperação, porém não foi além do 12º. Bruno Senna se enroscou com Romain Grosjean na primeira volta e ambos acabaram atrás da Caterham de Vitaly Petrov. Para a Williams, a corrida foi um martírio. Pastor Maldonado caiu muito e foi só o 15º. E sem batida!

Groselha, por sua vez, tem mais motivos para esquecer, pois andou fora da pista mais do que dentro. Corrida desastrosa.

Outro a deletar este GP foi Lewis Hamilton. O inglês teve o pneu furado com os detritos que sobraram do toque do Felipe e acabou ficando para trás. Hamilton levou volta dos líderes e tentou recuperá-la. Fez uma ultrapassagem em Sebastian Vettel e tentou passar Alonso. Depois viu que não ia dar mais nada e foi o único a abandonar, ainda teve que aturar a reclamação do alemão.

Na turma do fundão, destaque positivo para Petrov, que foi o melhor das novatas e ainda ficou na frente de uma Williams e de uma Lotus, e destaque negativo para Timo Glock, que ficou à frente apenas de Narain Karthikeyan.

Bom, é isso. na próxima semana é o carrossel de Hungaroring, onde nos últimos anos andou acontecendo boas disputas. Como estará o humor no paddock? A turma dos energéticos vai lamentar até lá essa punição e o asturiano virá cada vez mais tranquilo rumo ao tricampeonato e ao Olimpo.

Algum questionamento? É só falar! Abraço!

1 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1h31m5s862
2 – Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – a 6s949
3 -Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) – a 16s409
4 – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) – a 21s925
5 – Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault) – a 23s732 *
6 – Sergio Perez (MEX/Sauber-Ferrari) – a 27s896
7 – Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – a 28s960
8 – Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault) – a 46s900
9 – Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) – a 48s100
10 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – a 48s800
11 – Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) – a 59s200
12 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – a 1m11s400
13 – Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso-Ferrari) – a 1m16s800
14 – Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso-Ferrari) – a 1m16s900
15 – Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) – a 1 volta
16 – Vitaly Petrov (RUS/Caterham-Renault) – a 1 volta
17 – Bruno Senna (BRA/Williams-Renault) – a 1 volta
18 – Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) – a 1 volta
19 – Heikki Kovalainen (FIN/Caterham-Renault) – a 2 voltas
20 – Charles Pic (FRA/Marussia-Cosworth) – a 2 voltas
21 – Pedro de la Rosa (ESP/HRT-Cosworth) – a 3 voltas
22 – Timo Glock (ALE/Marussia-Cosworth) – a 3 voltas
23 – Narain Karthikeyan (IND/HRT-Cosworth) – a 3 voltas

Não completou
24 – Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – abandono na volta 58

Volta mais rápida: Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – 1:18.725 (57)

* – punido em 20 segundos.

Publicado em julho 22, 2012, em Automobilismo, F1 e marcado como , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 28 Comentários.

  1. Eduardo Casola Filho

    Campeonato de pilotos

    1. Fernando Alonso 154
    2. Mark Webber 120
    3. Sebastian Vettel 110
    5. Kimi Raikkonen 98 (+1)
    4. Lewis Hamilton 92 (-1)
    6. Nico Rosberg 76
    8. Jenson Button 68 (+1)
    7. Romain Grosjean 61 (-1)
    9. Sergio Pérez 47
    10. Kamui Kobayashi 33 (+4)
    11. Pastor Maldonado 29 (-1)
    12. Michael Schumacher 29 (+1)
    13. Paul di Resta 27 (-2)
    14. Felipe Massa 23 (-1)
    15. Nico Hulkenberg 19 (+1)
    16. Bruno Senna 18 (-1)
    17. Jean-Eric Vergne 4
    18. Daniel Ricciardo 2

    ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    Campeonato de Construtores

    1. Red Bull Renault 230
    2. Ferrari 177
    4. McLaren Mercedes 160 (+1)
    3. Lotus Renault 159 (-1)
    5. Mercedes 101
    6. Sauber Ferrari 81
    7. Williams Renault 47
    8. Force India Mercedes 46
    9. Toro Rosso Ferrari 6

    ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    Disputas de corrida
    Vettel 5 X 5 Webber
    Button 4 X 6 Hamilton
    Alonso 10 X 0 Massa
    Schumacher 4 X 6 Rosberg
    Raikkonen 8 X 2 Grosjean
    Di Resta 6 X 4 Hulkenberg
    Kobayashi 5 X 5 Perez
    Ricciardo 4 X 6 Vergne
    Maldonado 4 X 6 Senna
    Kovaleinen 5 X 5 Petrov
    De la Rosa 7 X 2 Karthikeyan
    Glock 7 X 3 Pic

    Tudo isso e muito mais na aba Calendário

  2. Felipe Massa em 14 no campeonato, meu deus!
    Isso pq o companheiro de equipe dele é o primeiro…

  3. O Vettel foi malandro…mas 20 segs? Po, sacanagem. A simples inversao de posicao ja’ resolvia…

  4. Eduardo Casola Filho

    E Hélio Casroneves ganhou na Indy em Edmonton, com isso ele é vice-líder, entrando na briga pelo caneco.

    Já a KV atrasou a vida dos seus pilotos mais uma vez.

    Classificação da prova:

    1º. Hélio Castroneves (BRA/Penske-Chevrolet) 75 voltas
    2º. Takuma Sato (JAP/Rahal Letterman-Honda) a 0s933
    3º. Will Power (AUS/Penske-Chevrolet) a 5s571
    4º. Graham Rahal (EUA/Chip Ganassi-Honda) a 7s149
    5º. Alex Tagliani (CAN/BHA-Honda) a 14s548
    6º. Dario Franchitti (ESC/Chip Ganassi-Honda) a 15s170
    7º. Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti-Chevrolet) a 20s618
    8º. Ryan Briscoe (EUA/Penske-Chevrolet) a 22s345
    9º. Justin Wilson (ING/Dale Coyne-Honda) a 25s740
    10º. Scott Dixon (NZL/Chip Ganassi-Honda) a 26s189
    11º. Mike Conway (ING/A. J. Foyt-Honda) a 26s555
    12º. James Hinchcliffe (CAN/Andretti-Chevrolet) a 31s040
    13º. Simon Pagenaud (FRA/Schmidt Hamilton-Honda)
    14º. Charlie Kimball (EUA/Chip Ganassi-Honda) a 32s380
    15º. Rubens Barrichello (BRA/KV-Chevrolet) a 34s723
    16º. Marco Andretti (EUA/Andretti-Chevrolet) a 38s720
    17º. Sébastien Bourdais (FRA/Dragon-Chevrolet) a 39s959
    18º. Ernesto Viso (VEN/KV-Chevrolet) a 53s629
    19º. Tony Kanaan (BRA/KV-Chevrolet) a 55s138
    20º. J. R. Hildebrand (EUA/Panther-Chevrolet) a 1 volta
    21º. Ed Carpenter (EUA/Carpenter-Chevrolet) a 1 volta
    22º. Simona de Silvestro (SUI/HVM-Lotus) a 2 voltas
    Abandonaram:
    Oriol Servià (ESP/DDR Panther-Chevrolet)
    James Jakes (ING/Dale Coyne-Honda)

  5. Eduardo Casola Filho

    Apesar de ainda discordar uma ótima análise do Ico

    http://www.totalrace.com.br/blog/blogdoico/2012/07/22/o-imbativel-e-o-punivel/

  6. A diferença entre Alonso e Webber é de 34 pontos e não 35 como está no post.

  7. Eduardo Casola Filho

    E o Kimi já caiu na gandaia;

  8. Posso estar exagerando mas, seria o Alonso o melhor piloto dos ultimos 20 anos??? Acho que nem o Schumacher foi melhor do que ele!!!

    • Creio que essa afirmação será real num eventual tetracampeonato (ou disputar até o fim os próximos anos!).

    • Dos últimos 18 anos, creio que sim. Não penso que seja exagero, afinal, que outro piloto vocês viram nestes tempos que tivesse superioridade sobre os adversários, mesmo com condições (carro) inferiores? Com carro superior, é fácil. Estes pilotos, que fazem mais com menos, são os melhores em suas épocas. Villeneuve (o Gilles, claro!), Senna, Alonso…

    • Eu escrevi isso uns dias atrás…também acho que ele é. O conjunto de sua obra, uma obra verdadeira, não-fabricada, prova isso. Dias atrás alguém postou no Facebook uma matéria – muito boa – extremamente técnica sobre dados de telemetria que ‘explicam’ o alto nível de pilotagem de Schumacher em seus dias de glória, estabelecendo comparativos com a pilotagem de um de seus grandes rivais: Barrichello. Comparando o javalí com a capivara, descobriram por A + B – C a razão pela qual os caçadores fogem do porco e espantam o roedor. Piada. Rivais os há agora. Máquinas em igualdade de condições temos agora. Correndo sozinho de F2004 ou similar até eu freio depois e retomo o traçado antes. É a velha história de exaltar o gurizão de Vectra que ganhou das vovozinhas de Fusca por cinco anos consecutivos, inclusive tomando sufoco de uma ou outra que adaptou motor de Opala no besouro.

  9. Galera, e a Formula FUFA? Vai rolar ou nao? Quem quer bater uns pegas?

  10. Eduardo Casola Filho

    Gente, desculpa a falta de posts, mas botamos as coisas em ordem amanhã.

    P.S. O que acharam da abertura das Olimpíadas?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: