O Fator Alonso


Não é só o Vettel que tem dedo!

Fala galera! Tentando se reerguer de algumas sensações ruins, a Fórmula 1 volta a concentrar seus esforços no mutilado circuito de Hockenheim e a classificação volta a ter o toque de emoção. Como a chuva embaralhou as cartas no meio da sessão, foi a mostra de quem tem braço que definiu a pole position. E nisso, mais uma vez foi Fernando Alonso que fez a diferença.

O espanhol andou nas cabeças sob qualquer circunstância, mas quando a água começou a cair, foi necessário braço e um bocado de ousadia da Ferrari ao trocar os pneus no Q3 para garantir esta pole. Quando tudo sai conforme o planejado e quando precisa do talento para decidir, ninguém supera a Ferrari número cinco.

Sebastian Vettel bem que tentou, andou rápido, mas reclamou que o próprio companheiro Mark Webber o atrapalhou (involuntariamente, é verdade) e depois errou na segunda tentativa. Mesmo assim parte de segundo, onde pode aprontar pra cima do asturiano e quebrar o jejum dentro de sua terra natal.

O australiano viria em terceiro, mas  como trocou o câmbio perdeu cinco posições no grid e vai partir de oitavo. Assim como ele Romain Grosjean e Nico Rosberg também foram punidos, mas como sobraram no Q2, os dois vão largar no meio das nanicas.

Para a esperança da torcida germânica, além de Vettel, a segunda fila é toda da casa. Com Michael Schumacher mostrando a empolgação das últimas corridas, e Nico Hulkenberg, que foi passando de fase aos trancos e barrancos, mas acertou uma boa volta e consegue sua melhor posição no grid desde a pole no GP Brasil de 2010. A turma da salsicha está contente.

Pastor Maldonado larga em quinto. Em classificação o venezuelano vem mantendo a média e sempre ficando em boas posições. Agora resta saber se ele consegue manter a cabeça no lugar para pontuar bem e mostrar que não é só desastre na pista.

Depois vêm as duas McLaren. Tanto Lewis Hamilton como Jenson Button tiveram melhoras com o carro novo, mas os tempos na parte final mostram que nem as mudanças providenciadas neste fim de semana será o suficiente para a turma de Working andar rápido.

Fechou o top ten Paul di Resta, discreto como sempre e Kimi Raikkonen, com muitas dificuldades no molhado, ficando longe de dar a chance da primeira vitória da Lotus. Para piorar, Romain Grosjean parte só de vigésimo, depois de trocar o câmbio, duas posições à frente de Nico Rosberg pelo mesmo problema, como dito antes.

já os brazucas acabaram escorrendo com a chuva. nem Felipe Massa, nem Bruno Senna acertaram a suas voltas quando a pista não estava tão molhada no Q2, ficando tarde para uma reação. No fim 14º e 15º, mostrando que será outra dura jornada para ambos.

Amanhã, não há muitas chances de chuva, embora possa haver alguma surpresa, não dá para apostar plenamente nesta hipótese. Será que a corrida terá emoções ao longo dela? A conferir. Abraço!

1 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1m40s621
2 – Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault) – 1m41s026
3 – Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – 1m42s459
4 – Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) – 1m43s501
5 – Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) – 1m43s950
6 – Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – 1m44s113
7 – Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – 1m44s186
8 – Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault)* – 1m41s496
9 – Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) – 1m44s889
10 – Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) – 1m45s811

Eliminados no Q2:
11 – Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso-Ferrari) – 1m39s789
12 – Sergio Perez (MEX/Sauber-Ferrari) – 1m39s933
13 – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) – 1m39s985
14 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – 1m40s212 
15 – Bruno Senna (BRA/Williams-Renault) – 1m40s752

Eliminados no Q1 (exceto Grosjean e Rosberg, eliminados no Q2):
16 – Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso-Ferrari) – 1m16s741
17 – Heikki Kovaleinen (FIN/Caterham-Renault) – 1m17s620
18 – Vitaly Petrov (RUS/Caterham-Renault) – 1m18s531
19 – Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault)* – 1m40s574
20 – Charles Pic (FRA/Marussia-Cosworth) – 1m19s220
21 – Timo Glock (ALE/Marussia-Cosworth) – 1m19s291
22 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes)* – 1m41s551
23 – Pedro de la Rosa (ESP/HRT-Cosworth) – 1m19s912
24 – Narain Karthikeyan (IND/HRT-Cosworth) – 1m20s230

*  perdeu cinco posições

Publicado em julho 21, 2012, em F1. Adicione o link aos favoritos. 7 Comentários.

  1. Eduardo Casola Filho

    Placar das disputas de grid (Button fez o primeiro ponto na disputa com o Hamilton. Os únicos zerados são Massa e Karthikeyan)

    Vettel 5 X 5 Webber
    Button 1 X 9 Hamilton
    Alonso 10 X 0 Massa
    Schumacher 5 X 5 Rosberg
    Raikkonen 4 X 6 Grosjean
    Di Resta 5 X 5 Hulkenberg
    Kobayashi 6 X 4 Perez
    Ricciardo 9 X 1 Vergne
    Maldonado 8 X 2 Senna
    Kovaleinen 8 X 2 Petrov
    De la Rosa 9 X 0 Karthikeyan
    Glock 6 X 4 Pic

    • Só um adendo: Nas estatísticas da FIA, na McLaren está 8-2 Hamilton (a classificação em Barcelona computou a desclassificação do Cirilo!)

    • A disputa interna na McLaren estava tão desigual (como na Ferrari e Hispania ainda está) que juro que quando eu li que as McLaren vinham atrás do Maldonado no grid, imediatamente pensei em Hamilton em sexto e Button em sétimo, sem nem considerar alguma possibilidade de não ser isso…

  2. Essa corrida vai ser legal.

  3. Eduardo Casola Filho

    E o Perez perdeu 5 posições por bloquear Alonso e Raikkonen no Q2. Bom para os brazucas, que formam a sétima fila:

    http://globoesporte.globo.com/motor/formula-1/noticia/2012/07/sergio-perez-e-punido-e-massa-e-bruno-sobem-uma-posicao-no-grid.html

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: