Quem precisa de Fórmula 1?


Salve galera! depois de uma semana sem novidades, devido ao ambiente corrido vamos botar o papo em dia. Mas neste fim de semana não tivemos nada de muito essencial na F1, mas o mundo do motor teve bastante emoção.

Na Indy, Hunter-Reay vence e brasileiros fazem bom papel

Barrica até fez um bom trabalho, mas o Tony (atrás) foi melhor

A Fórmula Indy realizou a sua oitava etapa no oval de Milwalkee. A corrida foi cheia de alternativas e os brasileiros andaram entre os ponteiros a maior parte da corrida, mas no fim quem venceu foi Ryan Hunter-Reay, piloto da Andretti.

Tony Kanaan foi o que chegou mais perto, andou no pelotão e tentou surpreender, mas chega ao segundo lugar, mantendo o bom ritmo das últimas corridas. O baiano vai se virando com as limitações da KV e vai se aproximando da vitória.

Helio Castroneves liderou boa parte da prova, mas foi prejudicado pelas bandeiras amarelas. Mesmo assim foi o melhor piloto da Penske, chegando em sexto. O homem-aranha agora é o terceiro colocado no campeonato da Indy, 35 pontos atrás do líder Will Power, que não foi além do 12º nesta etapa. Entre os dois está o “danico” James Hinchcliffe, terceiro em Milwalkee e vice-líder com quatro pontos a mais que o brasileiro.

Já Rubens Barrichello não conseguiu manter o desempenho da classificação, quando conseguiu o terceiro posto. Sofreu com os pit-stops mambembes da sua equipe e com o jogo de bandeiras amarelas, mas ainda chegou em décimo. Se não foi o melhor resultado dele, já mostra uma evolução na categoria. Veremos as próximas etapas.

1º. Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti-Chevrolet), 225 voltas em 01h52min17s8119
2º. Tony Kanaan (BRA/KV-Chevrolet), a 5s1019
3º. James Hinchcliffe (CAN/Andretti-Chevrolet), a 7s2715
4º. Oriol Servià (ESP/Dreyer & Reinbold-Chevrolet), a 9s8940
5º. Ernesto Viso (VEN/KV-Chevrolet), a 10s0782
6º. Hélio Castroneves (BRA/Penske-Chevrolet), a 12s1105
7º. Alex Tagliani (CAN/BHA-Honda), a 12s3440
8º. Ed Carpenter (EUA/Carpenter-Chevrolet), a 12s7396
9º. Graham Rahal (EUA/Chip Ganassi-Honda), a 13s3395
10º. Rubens Barrichello (BRA/KV-Chevrolet), a 13s8178
11º. Scott Dixon (NZL/Chip Ganassi-Honda), a 14s3764
12º. Will Power (AUS/Penske-Chevrolet), a 24s2542
13º. Simon Pagenaud (FRA/Schmidt Hamilton-Honda), a 1 volta
14º. Ryan Briscoe (AUS/Penske-Chevrolet), a 1 volta
15º. Marco Andretti (EUA/Andretti-Chevrolet), a 1 volta
16º. Mike Conway (ING/A. J. Foyt-Honda), a 1 volta
17º. Charlie Kimball (EUA/Chip Ganassi-Honda), a 1 volta
18º. Katherine Legge (ING/Dragon-Chevrolet), a 5 voltas

Não completaram:
Dario Franchitti (ESC/Chip Ganassi-Honda), na volta 193
Takuma Sato (JAP/Rahal Letterman-Honda), na volta 107
James Jakes (ING/Dale Coyne-Honda), na volta 107
J. R. Hildebrand (EUA/Panther-Chevrolet), na volta 107
Justin Wilson (ING/Dale Coyne-Honda), na volta 93
Simona de Silvestro (SUI/HVM-Lotus), na volta 62
Josef Newgarden (EUA/Fisher Hartman-Honda), na volta 48

Estreia brazuca na Moto2

Granado fez o que dava

O Brasil voltou a ter um representante no mundial de motovelocidade. O brazuca da vez foi Eric Granado, de apenas 16 anos, que já foi direto para a Moto2, que é a segunda categoria do certame. Como fez a sua primeira experiência com a moto nova apenas neste fim de semana em Silverstone, com o campeonato já quase na metade, foi natural que sofresse algumas dificuldades.

Ainda em adaptação ao novo equipamento e correndo contra pilotos com passagem pela MotoGP, a categoria máxima do motociclismo, não foi além do 32º lugar, o último entre os que chegaram, mas se manteve na pista sem erros e mostrou que pode crescer, mesmo estando na fase de aprendizado.

Na etapa inglesa, a vitória ficou com o espanhol Pol Espargaró, que é vice líder do campeonato da Moto2, atrás do compatriota Marc Márquez. Já na prova principal, a vitória foi de Jorge Lorenzo, da Yamaha, que lidera com 25 pontos de vantagem para Casey Stoner, da Honda.

Uma corrida histórica em Le Mans

Audi dominou Le Mans mais uma vez

No entanto, o fim de semana foi marcado pela 80ª edição das 24 Horas de Le Mans. A prova  em Le Sarthe foi movimentada e como sempre foi e um belíssimo programa para os fãs de velocidade. Na categoria principal a Audi fez história. Conseguindo a sua 11ª vitória em 14 participações, sendo a primeira usando um carro híbrido, combinando o motor diesel com uma espécie de KERS. No fim, a turma das argolas fechou o pódio e ainda teve outro carro em quinto.

O trio vencedor foi formado por André Lotterer, Marcel Fassler e Benoit Treluyer, com o carro #1. vencendo por uma volta de vantagem a trinca formada por Allan McNish, Rinaldo Capello e Tom Kristensen. O pódio foi fechado por Olivier Jarvis, Marco Bonanomi e Mike Rockenfeller, no carro 4 da Audi Sport North America.

O trio só não foi quarteto por causa da turma da Lola da Equipe Rebellion Racing que ficou em quarto com Nicolas Prost, filho do professor, Neel Jani e Nick Heidfeld (aquele mesmo).

O Brasil teve a presença de Jaime Mello que foi segundo na categoria LM GTE Pro, com a Ferrari 458 Italia da Luxury Racing, número 59, ao lado de Frédéric Makowiecki e Dominik Farnbacher, chegando atrás do time principal da Estaberria de Maranello na classe, que contava com Giancarlo Fisichella, Gianmaria Bruni e Toni Vilander.

Resultado final – 24 Horas de Le Mans (5 primeiros por classe):

LMP1

1º. Audi Sport Team Joest #1 – Audi R18 e-tron quattro (André Lotterer/Marcel Fassler/Bernoit Treluyer), 378 voltas
2º. Audi Sport Team Joest #2 – Audi R18 e-tron quattro (Allan McNish/Rinaldo Capello/Tom Kristensen), a 1 volta
3º. Audi Sport North America #4 – Audi R18 Ultra (Olivier Jarvis/Marco Bonanomi/Mike Rockenfeller), a 3 voltas
4º. Rebellion Racing #12 – Lola B12/60 Coupé (Nicolas Prost/Neel Jani/Nick Heidfeld), a 11 voltas
5º. Audi Sport Team Joest #3 – Audi R18 Ultra (Marc Gene/Romain Dumas/Loic Duval), a 12 voltas

LMP2

1º. Starworks Motorsports #44 – HPD ARX 03b-Honda (Vicente Potolicchio/Ryan Dalziel/Thomas Kimber-Smith), a 354 voltas
2º. Thiriet by TDS Racing #46 – Oreca 03-Nissan (Pierre Thiriet/Mathias Beche/Christophe Tinseau), a 1 volta
3º. Pecom Racing #49 – Oreca 03-Nissan (Luis Perez-Companc/Pierre Kaffer/Soheil Ayari), a 2 voltas
4º. Signatech Nissan #26 – Oreca 03-Nissan (Pierre Ragues/Nelson Panciatici/Roman Rusinov), a 3 voltas
5º. Greaves Motorsports #41 – Zytek Z11SN-Nissan (Christian Zugel/Elton Julian/Ricardo Gonzalez), a 6 voltas

LM GTE Pro

1º. AF Corse #51 – Ferrari 458 Italia (Giancarlo Fisichella/Gianmaria Bruni/Toni Vilander), 336 voltas
2º. Luxury Racing #59 – Ferrari 458 Italia (Frédéric Makowiecki/Jaime Melo/Dominik Farnbacher), a 3 voltas
3º. Aston Martin Racing #97 – Aston Martin Vantage V8 (Stefan Mucke/Darren Turner/Adrian Fernandez), a 4 voltas
4º. AF Corse #71 – Ferrari 358 Italia (Andrea Bertolini/Olivier Beretta/Marco Cioci), a 10 voltas
5º. Corvette Racing #73 – Chevrolet Corvette C6-ZR1 (Antonio Garcia/Jan Magnussen/Jordan Taylor), a 10 voltas

LM GTE Am

1º. Larbre Competition #50 – Chevrolet Corvette C6-ZR1 (Patrick Bornhauser/Julien Canal/Pedro Lamy), 329 voltas
2º. IMSA Performance Marmut #67 – Porsche 911 RSR (997) (Anthony Pons/Raymond Narac/Nicolas Armindo), a 1 volta
3º. Krohn Racing #57 – Ferrari 458 Italia (Tracy Krohn/Niclas Jonsson/Michele Rugolo), a 6 voltas
4º. Flying Lizard Motorsport #79 – Porsche 911 RSR (977) (Seth Neiman/Patrick Pilet/Spencer Pumpelly), a 16 voltas
5º. Larbre Competition #70 – Chevrolet Corvette C6-ZR1 (Christophe Bourret/Pascal Gibon/Jean-Philippe Belloc), a 20 voltas

Na prova, a única ameaça às Audi seriam os protótipos da Toyota, mas os pilotos que a montadora japonesa colocou não colaboraram e os dois carros acabaram fora. O primeiro foi o carro nº 8 de Anthony Davidson. O “ídolo” do Mike chegou a liderar a prova, depois de assumir o carro de Sebastien Buemi, caiu para terceiro mantendo o ritmo do carro alemão,  mas ao se chocar com uma Ferrari deu uma bela panca na barreira de pneus depois de decolar. O saldo: duas vértebras fraturadas do piloto inglês.

Já a outra Toyota estava nas mãos de Kazuki Nakajima. O filho do Satoru estava na balada mas quis dar uma fechada no Delta Wing do compatriota Satoshi Motoyama durante o Safety Car e danificou ambos os carros tirando-os da corrida.

Quanto ao Motoyama, esse bem que tentou consertar o prejuízo no estranho carro, que quase foi o chassi da Indy (e tem gente que acha o DW12 esquisito) e fez de tudo para botar a caranga para andar, mas sem sucesso, mesmo assim foi aplaudido pelo esforço e pela dedicação. O verdadeiro espírito de corredor!

Bem é isso! Desculpe a escassez de posts, pela correria dos últimos dias, mas vamos botar ordem nessa casa logo. Abraço!

Publicado em junho 17, 2012, em Automobilismo e marcado como , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 12 Comentários.

  1. Acho que a verdadeira vocação do Anthony Davidson é a ginastica olímpica. O cara deu um duplo twist carpado com o carro.

  2. Eduardo Casola Filho

    O #2 poderia ganhar se o Allan McNish não aprontasse essa.

  3. Eduardo Casola Filho

    E neste fim de semana de muito automobilismo, tivemos um tabu quebrado.

    Na Nascar, Dale Earnhardt Jr. quebrou o jejum de 4 anos e venceu em Michigan.

    http://www.nascar.com/races/cup/2012/15/data/results_unofficial.html

  4. Daria pra dizer que Kanaan é o último grande campeão do automobilismo brasileiro?

  5. excrusiva senninha ganha prêmio na italia
    http://esportes.terra.com.br/automobilismo/formula1/noticias/0,,OI5831182-EI12987,00-Promissor+Bruno+Senna+repete+Schumacher+e+ganha+premio+na+Italia.html

  6. Eduardo Casola Filho

    Pessoal, desculpa a ausência de posts mas amanhã vem o balanço da classificação da corrida de Valência. Até lá!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: