A Simplicidade e Tony Fernandes


Tony Fernandes

Tony Fernandes não é um chefe de equipe qualquer. Essa é a primeira conclusão que podemos tirar quando pensamos nele. E se pensarmos que estamos em 2011 quase 2012, onde os chefes de equipe não são mais aqueles “gênios” de antigamente, Tony Fernandes se destaca de longe, se pensarmos na influência que ele tem sobre sua equipe e como a sua filosofia ajuda a sua equipe a dar aquele passo a mais em relação às outras. Basta lembrar a aposta que ele e Brenson, dono da Virgin, fizeram. E quem levou a melhor?

Fernades é aquele famoso “empresário”. Mas no caso dele, de bicão ele não tem nada. Empresário deveria ser aquele cara com espirito empreendedor como Tony, não um babaca “representando” alguém. Tony tem idéias, filosofia e venceu em tudo (que eu saiba) aonde se envolveu.

Tony Fernandes recentemente disse uma coisa que mostra o quanto o cara saca da parada. “A Formula 1 tem que simplificar!”

Em meio a “internacionalização da Formula 1”, aonde circuitos menos “tradicionais”, ou seja, circuitos em paises em que a F1 não é muito popular, ganham espaço cada vez maior sobre os circuitos situados em lugares aonde a F1 é bem mais popular, Tony disse o seguinte:

Precisamos manter o esporte simples quando ele for introduzido a novos países. O automobilismo, em especial a F1, é complicado, mas quanto mais compreensível o deixarmos, mais fácil será para envolver novos países. Não podemos levar a F1 à Índia pela primeira vez e tratar a audiência da mesma maneira que fazemos com os tifosi em Monza. A Itália tem uma herança de 90 anos, enquanto a Índia é nova. O críquete explodiu quando tornaram o esporte simples e acessível.”

É por isso que o futebol é o esporte mais popular do mundo: Pela simplicidade. A regra, todos entendem: Bola dentro do gol vale 1. O vencedor da peleja leva 3 pontos; empate dá 1 ponto para cada um. Tem algumas regrinhas um pouco mais “complicadas”, como impedimento, mão-na-bola, bola-na-mão, etc. Mas no geral, é de uma simplicidade descomunal. E é isso que faz do futebol o esporte mais popular do planeta.

Tyrrel P34

A Formula 1 não deve, e nem precisa, querer ser o esporte mais popular, mas simplificar um pouco as suas regras faria um bem enorme ao esporte. Lembram-se dos anos 70 ou 80? Os carros eram bem diferentes uns dos outros, isso porque as equipes estavam tentando fazer algo diferente uma das outras, e isso porque a regra era básica. A aerodinâmica sempre existiu, mas imagine se tivessemos uma regra em que a distância mínima dos carros para o chão fosse de uns 10cm? Todo o efeito solo iria para o escambau. Carros menos “grudados” ao chão teriam que se virar de outro modo. Isso é só um exemplo.

A Formula 1 antigamente tinha bem menos frescura. Naquela época, as regras eram bem básicas. Certo que havia bem menos tecnologia disponivel, e talvez tenha sido esse o problema da Formula 1: Muita tecnologia.

Mas a F1 tem que ser mesmo a modalidade à motor aonde todas as tecnologias disponiveis devem ser usadas. O problema é que, teoricamente, se atingirmos o ponto máximo de desenvolvimento (utópicamente falando, claro), teriamos “carros-robôs” correndo em fila indiana à 400-500 km/h!!!! Seria legal? Emocionante? Nope….

Pilotos de verdade

Quando eu comecei a acompanhar a F1, em 72, o campeonato chamava-se “Mundial de Pilotos”! Não mundial de equipes. O que valia era o piloto, não o carro. Mas para que isso acontecesse, eram preciso regras bem básicas como chassi, motor, peso, etc. Tudo era meio nivelado, e não por baixo, mas simplesmente nivelado.

Um fator que contribuiu para brochar a F1, foi a tal da segurança…

Quando Nelson Piquet disse que “a rapaziada gosta mesmo de ver é carro pegar fogo“, não quer dizer que somos todos sadistas; ninguem se sente bem quando um piloto morre na pista, mas ao mesmo tempo tb não queremos ver uma procissão “super-segura” de 20 carros que se dizem de corrida.

A primeira brochada veio quando a F1 diminuiu a largura dos carros, acho que lá pelos anos 90. Aquilo foi uma burrada sem fim. Os carros da Indy eram bem mais largos e a coisa toda fazia bem mais sentido. Daí a F1 começou a limitar isso, aquilo e por aí foi.

Hoje temos uma categoria em que QUALQUER PILOTO RAZOÁVEL consegue guiar, basta ter grana. O carro acelera quase que sozinho, freia com a ajuda do ABS, embreagem somente pra largar, etc…. Se botar qualquer um do atual grid pra dirigir um carro dos anos 80, nenhum deles vai sequer sair do lugar.

Tony é o cara

Porque a categoria não é mais “simples”…

Se existe alguém que pode REALMENTE internacionalizar a F1, esse cara é Tony Fernandes, e não o titio Bernie. Esse claramente se rendeu ao poder do dinheiro, mufunfa, verdinha… E tb claramente teve que lidar com muito mais do que podiar dar conta (a começar pela enorme e fogosa esposa…)

Tony mostrou uma visão bem mais realista e atual de como um esporte à motor deve ser. Bernie se tornou um comerciante da F1, e comerciantes vendem o que lhe é de posse.

Vendem como uma mercadoria. Sem talento, sem desafios. Sem nada.

Tony Fernandes seria um dirigente bem melhor que o titio Bernie. Basta ser simples, disse ele.

por Trapizomba, o simplório.

Publicado em dezembro 19, 2011, em Automobilismo, F1 e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 47 Comentários.

  1. Cavaleiro que diz ni!

    “Quando eu comecei a acompanhar a F1, em 72″… poxa, finalmente alguém mais velho de F1 que eu na Fufa, tava me sentindo um Matusalém… rs. Eu acho que comecei em 74, com 6 anos. Eu ficava louco em ver o “bolo” de carros e gritava: – venha mãe, ver a “LARGATA”! E minha mãe assustada: – onde tá a largata, menino?. Hahahah.

    Concordo plenamente. A F1 deve limitar as verbas e a técnologia que nada contribui com a segurança. A começar pela velha troca de marchas na “mão-grande”…

    “É por isso que o futebol é o esporte mais popular do mundo: Pela simplicidade”: e vejam como o Barça joga super simples e objetivo, claro que é efeito de treinamentos seguindo o mesmo estilo e filosofia de jogo, sem truques e sem a “criatividade” dos técnicos “prof. Pardal” do futebol brasileiro.

  2. Cavaleiro que diz ni!

    Essa Tyrrel P34… linda! Se fosse mulher eu comia!

  3. Eduardo Casola Filho

    Esse Tony Fernandes parece que leva as coisas à sério. Eu ainda aposto que a equipe dele será pelo menos mediana num futuro imediato. Ainda é questão de tempo, mas o malaio entende do riscado.

  4. Eduardo Casola Filho

    Grupo americano também quer controlar a F1. Será que o tio Bernie se interessa?

    http://tazio.uol.com.br/noticia/grupo-de-san-francisco-pondera-compra-de-direitos-comerciais-na-f1/

  5. “Mundial de Pilotos”…fazia tempo que não ouvia-lia isso. Pena que somos apenas saudosistas num mundo que não mais nos pertence, a não ser que as coisas continuem se complicando do jeito que estão planeta afora. Vá que o vento mude de novo e velhas fórmulas endemonizadas ressurjam das cinzas para arrebatar as ‘conquistas’ demasiado modernas que a nossa supercivilização se vangloria de ter alcançado. Sei lá. Será retrocesso querer tirar um pouco de tecnologia das coisas? Será a tecnologia a úica coisa que existe, assim como o moribundo capitalismo finnceiro que vem quebrando país atrás de país nos últimos 15 anos? Será? O quanto estamos perto do caos sem saber porque nossos olhos, em vez de estar voltados para o lado de fora da janela da vida se encontram vidrados para dentro da janela da Microsoft, do Google, etc… Me pergunto: é certo querer tirar o excesso quando esse excesso tira a graça das coisas que realmente nos importam? Será que somos memmo livres ao ser obrigados a ‘engolir’ cada nova tecnologia que inventam sem nos perguntar se a queremos? Sei lá…

    • Ô Bidart, são mt lúcidas as suas observações. É por issoque eu, da velha guarda do automobilismo, falo de algumas simplificações na F1 tais como:
      1) Motores de configuração livre e equalizados na potência; isso permitiria aspirado, turbinado, comprimido, diesel, álcool e até turbina. Cada qual mostraria serviço na opção que fizesse ou que mais fosse expert.
      2) Um único jogo de pneus para todo o fim de semana, exceto em caso de chuva; quem furasse o esquema largaria do fim do grid.
      3) Reabastecimento por gravidade; tanques menores são mais seguros e os carros seriam menores.
      4) Fibra de carbono só na célula de sobrevivência; carroceria, aerofólio, spoiler e outros adereços seriam da tradicional e barata fibra de vidro mesmo (ou algum plástico destes já usados na indústria automobilística.
      5) Telemetria ZERO.
      6) Regulagens fixas feitas nos boxes antes da largada; carga dos freios dianteiros e trazeiros, mistura de combustível, controle de diferencial, etc
      7) Banir estes comissários de pista; o piloto sabe atacar e ultrapassar mesmo o adversário dançarino, que muda de faixa a todo momento.

    • Cavaleiro que diz ní

      Poxa, Bidart, vc me força a pensar. E pensar está fora de moda, o computador pensa por nós, e eu só quero ficar musculoso pra aparecer na TV. Brincadeira. Ótimo texto.

  6. Segue a narração do jogo de ontem!!!!

    Vai começar a partida, a saida é do Santos, e o juiz autoriza… Goooool do Barcelona.
    O Santos pega na bola… Goooool do Barcelona.
    Escanteio pro Santos, cobrou na área… Goooool do Barcelona.
    O Santos vai pro ataque com Neymar, lançamento em profundidade… Goooool do Barcelona.
    E o juiz apita o fim de jogo… Goooool do Barcelona.
    Os jogadores vão deixando o gramado… Goooool do Barcelona.

    • Fecha-se o estadio…Goooool do barcelona
      Ja é amanha…Goooool do Barcelona

    • Cavaleiro que diz ní

      Hahahah, é muita sacanagem! Não vamos rir quando a final da copa mundial no Brasil for Barça… quero dizer Espanha 4 x 0 Brasil-sil-sil… Se este resultado matasse todos os políticos corruptos & cia. eu até que ia rir muito!

    • Pouco provável,já que o sucessor do ditador será o seu filho
      mais novo.Filho de peixe…

      • O Raul Castro está modernizando (ou desatrazando) a Ilha.
        Portanto, há, sim, esperança para a Coréia do Norte.

        • Cuba é um país pobre, não atrasado. Pobre como qualquer país da América Latina, com um plus de sofrer há mais de 5 décadas um embargo econômico dos EUA.
          Raul Castro, irmão de Fidel Castro, está no poder, junto com o irmão, há 53 anos. A linha ideológica é a mesma.

          • Cavaleiro que diz ní

            Eu não vou dizer como fico quando vejo as cubanas jogando vôlei de praia, vão dizer que eu que estou com atraso (e estou mesmo, hahahaha). Por isso que eu digo: casamento é a forma mais cara de ter sexo de graça. Quando tem.

    • Cavaleiro que diz ní

      Anote aí: o filho de Kim-Jong-il não vai vingar muito como o pai. Golpe? Não sei, mas estou com um pressentimento. Dizem que o Jong Junior é um tremendo playboy, sei não…

      Há um ditado que diz: melhor um diabo conhecido do que um diabo desconhecido. Esse regime coreano é estranho. Eu prefiro o Brasil, mesmo com toda nossa baderna. Olha que estranho o “treino”:

  7. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk parece o Horácio!!!

  8. Eduardo Casola Filho

    A Fox Sports, novo canal à cabo pode tirar a F1 da Globo e como eles poderão ser sinal aberto em pacotes de assinatura básico, a Toda-Poderosa pode se dar mal.

    http://noticias.uol.com.br/ooops/ultimas-noticias/2011/12/20/globo-teme-que-fox-sports-entre-no-pacote-basico-e-exiba-f1.jhtm

    • Gavião Bueno manobrando as coisas, pq ele vai sobrar na RGT em 2014, após a copa do fiasco brasileiro, em aposentadoria compulsória imposta pelos mandachuvas da vênus platinada.

    • Eduardo Casola Filho

      Já imagino se o Alonso não começar bem, o GB narrando: “È amigo, o Alonso tem se descontrolado muito, assim como o Hamilton, desde que terminou o namoro, tem sido um piloto que se envolve em confusão toda corrida. Ele precisa de um Psicólogo!!! E tudo isso é uma boa para o Felipe que vai se fortalecendo na estrutura da equipe.”

  9. Cavaleiro que diz ní

    O turista americano bateu no carro do baiano, desce todo educado e diz:
    – “Hello!”.
    O baiano responde:
    – “RELOU UMA DISGRAÇA, AMASSOU FOI A MIZÉRA TODAAAAA !”

  10. Eduardo Casola Filho

    Informação da rádio Band News diz que Bruno Senna acertou com a Williams. Não tem nenhuma confirmação por aí, mas é aguardar os próximos capítulos…

  11. Eduardo Casola Filho

    E a concretização do retorno da França está perto, mas com revezamento entre Paul Ricard e Spa.😦

    http://globoesporte.globo.com/motor/formula-1/noticia/2011/12/com-paul-ricard-franca-esta-perto-de-voltar-ao-calendario-da-formula-1.html

  12. Eduardo Casola Filho

    FG já comentou sobre a notícia do lalli em Grove:

    http://flaviogomes.warmup.com.br/2011/12/bruno-na-williams/

  13. Ainda tem uma vaga na Caterham?

    Barrica + Tony.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: