O que os astros revelam às equipes?


Por Eduardo Casola Filho

Nesta época do ano, o comum é haver muitas especulações sobre os acentos dos pilotos, mas a direção das equipes também está num período de negociação intenso.

Williams e Renault na mesma briga

Williams na pior

Tanto a equipe de tio Frank como a equipe que tem parte do grupo Proton e da Genii na sua sociedade estão com problemas gravíssimos financeiramente. Ambas estão numa corrida desesperada por pilotos pagantes, mas procuram pela experiência.

Pela equipe de Grove, a questão essencial é a incompetência do sr. Adam Parr, atual administrador da equipe. A decisão de colocar as ações da escuderia na bolsa de valores de Frankfurt foi um verdadeiro tiro no pé. Perdendo quase metade das ações desde o começo do ano, as nuvens ficaram cada vez mais escuras. Cabeças rolaram e outros nomes foram chegando. Sam Michael, por exemplo, acertou a ida para McLaren, onde terá melhor estrutura para trabalhar.

Com o êxodo de patrocinadores, a opção por Pastor Maldonado deu um refresco, mas o calvário continua. A decisão é de procurar urgentemente outro piloto que banque a vaga, ao lado do venezuelano. Com isso as chances de Rubens Barrichello ficar são quase nulas (a esperança seria um benevolente investidor para banca-lo, mas é algo improvável).

A coisa tá russa!

A situação em Einstone também não é mole, mas com algumas perspectivas melhores. Há um interesse da Renault reaver a parte que vendera em 2010 à Genii, pois tem um clima de insatisfação da montadora com os rumos da atual gestão. Mas tudo ainda está em especulações, porque os franceses podem pensar em outras coisas.

E aí vem o mistério. Muita briga há por pilotos que podem ser de interesse de ambos. Um bom exemplo é de Vitaly Petrov.

O russo está a um pé de ser defenestrado de Einstone, só não o foi devido à grana bem-vinda do Kremilin. Mas ainda não é o suficiente para satisfazer Gerard Lopes. O desempenho em pista tem sido também decepcionante, principalmente nas duas últimas corridas, onde se esperava um domínio na briga interna com o enferrujado Bruno Senna e até agora não foi isto que aconteceu. As suas esperanças então se voltam para Grove.

A Williams quer um piloto com quilometragem na F1, mas com bala na agulha. Petrov tem 2 anos de labuta e apoio de estatais, seria viável, mas nomes como Adrian Sutil são mais agradáveis para o desenvolvimento do carro, então fica o dilema. Um aliado de Vitaly e sua moto é Bernie Ecclestone, já que logo teremos o GP da Rússia, em Sochi e o velhinho deseja ver o piloto da casa em atividade até lá.

van der Garde: a peça chave

Outro nome que cresce nas cotações é o do holandês Gierdo van der Garde. O piloto cujo sogro é Marcel Boekhoorn, dono da McGregor, empresa que já patrocinou a Williams, mas que está “namorando” com os dois times. No caso da Renault, seria comprar a escuderia da Proton-Genii, para botar o genro ao lado de Robert Kubica para 2012, ou então comprar o acento do tio Frank para correr ao lado do bolivariano, embora colocar dois jovens para desenvolver o carro seria muito complicado, ainda que o piloto da terra das flores e da laranja não é assim uma Brastemp.

E o Lalli?

Porém ainda existem algumas pontas soltas: Como Kubica voltará? O polonês fará testes em outubro, se voltar bem, é a esperança de dias melhores na Renault. E a compra do nome Lotus? Há o interesse no acordo com a equipe de Tony Fernandes para que enfim, possa ser chamada pelo nome da lendária marca de Colin Chapman. E Bruno Senna? Os resultados foram animadores neste começo e dinheiro pode não ser um problema, já que Eike Batista e a Embratel podem bancar uma vaga ao Primeiro-Sobrinho. E Romain Grosjean? A Genii prometeu o acento ao francês se este fosse campeão da GP2, o que aconteceu.

Se não bastasse isto, pode entrar mais um personagem nesta história:

HPV pode virar equipe de F1!

Sim, meus amigos. Agora a Hispania está no meio da encrenca, por mais estranho que possa parecer. O motivo é que há o desejo do grupo Thesan Capital em usar os motores Renault, que viria com o kit completo, com caixa de velocidade, Kers, sistema eletrônico e tudo mais. Quem bancaria tudo seria Alejandro Agag. Este sujeito foi sócio de Adrian Campos na GP2 e é o dono da equipe Addax, da mesma categoria.

Eles vão entrar na F1?

Os patrocinadores da equipe na categoria de acesso seriam os mesmos da escuderia e teria a chance de ter o apoio de um de seus sócios, Juan Abelló, que possui muitos negócios na Espanha, sendo ligados até com os direitos de transmissão do Campeonato Espanhol. Dentre as metas, também haveria a construção de uma sede em Valência, onde a equipe poderia fazer, acreditem, carros de Fórmula 1!  Até um piloto estaria na mira, seria o francês Charles Pic, que correu este ano na GP2 pela Addax.

O problema seria este apoio da Renault, pois será a quinta equipe a usar o conjunto, além da própria Renault, Red Bull, Williams (a partir de 2012) e Lotus (futura Catherham?). Ainda mais se confirmar a reaquisição do espólio da equipe de Einstone. Outro empecilho seria dispensar alguns cabeças da atual equipe, como Colin Kolles e Geoff Willis. O primeiro pode ser mais complicado, porque tem contrato vigente até o ano que vem, encostá-lo e deixa-lo numa função figurativa, seria uma alternativa, mas Kolles não iria aceitar. Talvez a rescisão seja o mais simples . Quanto a Willis, voltaria para Grove, afinal há uma ligação entre a turma da carroça e a equipe de tio Frank.

É difícil de acreditar, mas se acontecer quem sabe a equipe é capaz de disputar pontos? Sinistro!

De touro italiano a escola árabe

Esta é a situação da Toro Rosso, a equipe 1B da turma dos energéticos, há um bom tempo está com a plaquinha de “Vende-se” em seus carros, mas até agora não houve grande interesse na aquisição da ex-Minardi. Mas tem gente de olho nesta escuderia, gente vinda do Oriente Médio.

Quer pagar quanto?

O interesse grande vem de Abu Dhabi, mais precisamente do grupo de investimento Aabar. A empresa tem 40% das ações da equipe Mercedes GP, tendo apoio das petrolíferas que atuam nos Emirados Árabes Unidos. Dinheiro não falta.

Mas, a compra da escuderia não representaria só a entrada dos árabes com um carro, mas existe o projeto do desenvolvimento do automobilismo em longo prazo. Não à toa o investimento tem sido forte no segmento. Até corridas de arrancadas tem ocorrido lá para estabelecer um intercâmbio com os estados Unidos. O trabalho em profissionalizar jovens para o esporte é pesado, seja como piloto, seja como mecânico e engenheiro.

A Fórmula 1, no entanto, não gosta de esperar resultados. A busca é por

Parque da Estaberria

profissionais já especializados e com ampla quilometragem. Apesar disto, o empenho para transformar o país em um grande centro automobilístico é evidente. Com investimentos pesados no circuito de Yas Marina (cheio de luxo e requinte, mas o traçado é um lixo) também o Ferrari World, o parque temático da Estaberria de Maranello, embora pareça que o parque não está dando o retorno esperado.

E aí está a chance para colocar definitivamente o pequeno país da península arábica no mapa do automobilismo mundial. A ocasião é perfeita. Além disto, tio Bernie certamente gostaria de ver algum apelo para atrair mais público à corrida que fechará o campeonato este ano. Veremos os próximos capítulos.

E aí? O que vai acontecer com estas equipes na torre de babel que vimos aqui? Pitacos á vontade!

Fonte: Continental Circus e Blog do Joe Saward

Publicado em setembro 15, 2011, em Automobilismo, F1 e marcado como , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 52 Comentários.

  1. Petrov com lugar em risco na Renault? Resultados melhores de Senna sobre ele? Senna apenas classificou melhor em Spa, e só. Cagou e o resto todo mundo viu. Em Monza Petrov foi muito melhor na classificação e saiu da corrida por uma fatalidade.

    A Renault vem enchendo a bola de Senna não pelo que tem mostrado na pista (ou seja, nada!), mas sim por ser um novato que precisa de motivação além de ter que agradar uma penca de patrocinadores.

    • Eduardo Casola Filho

      Torcedor, não concordo com isso. Os caras já vinham desconfiados do Petrov desde a época do Heidfeld. A verdade é que o alemão só saiu pela grana que o Lalli trouxe, até porque o Heidfeld tava na frente do russo no campeonato. O Petrov só ficou pela grana do Kremilin, mas que não está sendo o suficiente para satisfazer.

      E até agora o confronto está equilibrado, sendo que o normal era o russo estar massacrando um piloto com menos quilometragem. O Bruno fez uma boa classificação em Spa e uma boa recuperação em Monza, tá com mais moral que o russo.

      • Eu sei que tudo pode acontecer, até mesmo um indiano ir pra Renault por conta de dinheiro, já que tudo indica que a equipe está quebrada. Mas Petrov também leva muito dinheiro, talvez até mais que Senna. E convenhamos, Senna não fez absolutamente nada demais.

        Petrov terminou o ano passado com 27 pontos. Esse ano já está com 34, faltando 6 corridas e provavelmente só não pontuou na Itália por um motivo completamente alheio a sua vontade.

        Quanto ao massacre esperado, Petrov tem por volta de 12 corridas a mais que Senna. Isso não é nenhum abismo. E também não caio nessa de que a “Hispania não é f1”. Conhece os carros e conhece os circuitos assim como Petrov. Levou couro de Petrov em treino com pista seca e demorou uma eternidade para superar com pneus macios e novos, a Toro Roso, que é um carro inferior, com pneus duros e gastos.

        • O q o torcedor disse faz sentido…
          A Formula 1 de hoje é muito imediatista, Senna vai ter que mostrar rápido pro que veio…
          Mas se derem tempo pro Senna, talvez ele se torne um Damon Hill da vida, mostrando um talento tárdio e com um equipamento bom possa conquistar algo.

          Só acho injustiça o Hulkenberg de fora de um Grid que tem pilotos como Buemi, Glock, Ambrosio, Petrov e outros ex pilotos como o Trulli

        • Eduardo Casola Filho

          Permita eu discordar de novo (nada contra, é só uma opinião)

          Um período afastado das pistas faz (e muita) diferença no desempenho, pois qualquer detalhe, por mais ínfimo que seja, atrasa em décimos a diferença entre os pilotos. A diferença em classificação era a realidade que TODOS esperavam, até mesmo o Bruno sabia que seria difícil andar perto do Petrov. No entanto, não está sendo o massacre esperado.

          Conhecer a pista, qualquer um que jogue num simulador pode dizer isto, mas a quilometragem com o carro faz a diferença na questão da sensibilidade. Todo piloto de corrida sabe disto!

          E ultrapassar na F1, ficou mais fácil, mas tem suas dificuldades. Ultrapassar Toro Rosso já foi problema no passado para Alonso, Massa, Schumacher, Webber… Vale lembrar que o motor Ferrari é mais forte de reta que o Renault. O Bruno só passou o Buemi devido à asa móvel. se fosse pela regra antiga seria quase impossível. E vale lembrar que o recurso não funciona eficazmente sempre, vide GP de Valência. A vida de piloto é mais complicada. Sobre a situação contratual, falarei embaixo.

          • 4 voltas atrás da Toro Rosso com um motor renault, com pneus macios e novos, além da asa móvel e ainda tentar justificar comparando Monza com Valência é forçar um pouco, não?

            Se fosse pela regra antiga é passado, bixo. Nenhum dos dois estava com o carro com as especificações antigas, então isso nem devia entrar como justificativa.

            E duas corridas não dá pra configurar massacre, mas pode ter certeza que o placar está pró Petrov, que não cometeu um erro grotesco em Spa e tampouco fez uma corrida “feijão com arroz” na Itália.

            PS: aos que pensarem que estamos brigando, não estamos. Isso é construção de conhecimento.🙂

          • Eduardo Casola Filho

            Não comparei as pistas, apenas disse que não é tão fácil de ultrapassar.

            E reitero, há um empate técnico entre os dois. Pois com ou sem erro grotesco, a situação dele para o futuro na equipe é difícil. Mas estaria difícil independentemente do companheiro de equipe. Este que é o detalhe, não é só o Lalli que ameaça. E aí está o X da questão.

            Quanto ao P.S. Pura verdade! É só um debate de ideias. Aliás quem quiser pode dar pitaco também. Não se acanhem!😉

          • O Bruno Senna é melhor que o Vitaly, pra min isso é fato.

          • já tá lindo…

            Me lembro do Piquet, qndo entrou numa equipe de ponta pela 1ra vez, teve o Lauda com parceiro….casca grossa.

            O Queixaba teve o Piquet como parceiro e levou ferro, diga-se de passagem…mas o grande Nelsão já estava nas últimas e se aposentou logo em seguida.

            Superar o seu parceiro é, e sempre deverá ser, a sua 1ra prioridade.

  2. Excelente post😀

    E vcs 2 discordando ai emcima, melhor ainda MUUAUAAAHAHAHAHA….

  3. É e para desespero dos pachecos,pode sobrar pro Primeiro-Sobrinho.Pois com mais dinheiro e apoio que o Sobrinho das Viúvas tem,se o genro do Holandês comprar as ações ou a equipe inteira da Proton-Genii-Lada-Lotus,vai estar sem lugar no grid em 2012,pois como ele não é uma opção óbiva para a Trupe do Tio Frank,alem da Toro Rosso estar com pires na mão e ele nem quer saber de HPV,o jeito é se benzer.Pois como Jean Grosso,quer voltar pra F1 para se redimir dos erros de 2009 e tem titulo na GP2 e Genii o bancando,vai ser díficil.Tio Frank,talvez possa estar dando o seu tiro de misericórdia,ou volta a ter uma equipe competitiva ou vai ter final semelhante a TV Manchete.Foi grande um dia mas fez bobagens ao longo do tempo e acabou na lona.Se os sheiks comprarem a a Red Bull 1B,ai é que piora mesmo,pois assim como o Eike,eles tem dinheiro na mão e vão querer contratar outros pilotos.Talvez a Sauber possa ser um caminho alternativo,desde que Koba-San vá para uma equipe mais competitiva e um dos dois mexicanos deixem de roer o osso,pois a Embratel pertence a Carlos Slim,que também é dono da Claro e da Telmex,que apoiam os filhos de Chesperito.

  4. Eu achei que esse post ia falar de astrologia…😮

  5. Eduardo Casola Filho

    Sobre a situação da Renault, hoje são 5 candidatos à duas vagas: Petrov, Senna, Kubica, Grosjean e van der Garde.

    A equipe já demonstrou que quer ter o polonês de qualquer forma, pela qualidade dele. Só não volta se sentir muito o acidente. Só sobraria uma vaga, e o Grosjean tem no contrato com a Genii uma cláusula que garante que correrá pela escuderia em 2012, pois foi campeão da GP2 este ano. E ainda tem a questão do sogro do piloto batavo que pode comprar o espólio e colocar o genro na segunda vaga. Informações destas fontes.

    Portanto, tanto Petrov, como Senna, têm que ralar muito para ficar na próxima temporada, mas existem outras alternativas. Para o russo, a Williams seria viável, pois a equipe do tio Frank quer um pagante com experiência ao lado do Maldonado. Não tem tanta, mas pode ser usado na equipe de Grove

  6. Moo bololo com disussao tudo junto!!!-

    Uhuheuheuheuhehueh

  7. Salve, salve galera,

    Ainda esta cedo… Mas algumas coisas vão ficando claras para um futuro próximo… Também quero fazer minhas previsões:

    1. A Wiilliams vai se apequenar cada vez mais… Até virar uma Minardi…
    2. A Renault vai dar adeus de vez… E nem os motores sobrarão… Tanto que a equipe se chamará Lotus-Cosworth, com vida curta, pois esta faltando grana por lá…
    3. Campos-Hispânia-HPV finalmente terá uma identidade… E virará Addax-Renault com Adrian Campos no comando da equipe… Fechamento de um ciclo !!!!
    4. Nascerá a equipe Catherham-Renault…
    5. Ali Babar Racing virá com grana, mas continuará sendo equipe satelite da RBR…

    Com relação as vagas resolvo fácil…

    1. Red Bull
    – Vettel
    – Koba San

    2. Ferrari
    – Alonsito
    – Perez

    3. McLaren
    – Hamilton
    – Buton

    4. Mercedes
    – Rosberg
    – Di Resta

    5. Lotus-Proton-Genii
    – Kubica
    – Grosjean

    6. Sauber
    – Bianchi
    – Esteban Gutierrez

    7. Williams
    – Maldanado
    – Petrov

    8. Force India
    – Sutil
    – Hulkburge

    9. Toro Roso
    – Ricciardo
    – Dj Suari

    10. Catherham
    – Senna
    – Kovalainen

    11. Vingin
    – Glock
    – Van der Garde

    12. Addax-Copersucar:mrgreen:
    – Massa
    – Barrica

    • Já surgiram comentários de que a Renault quer comprar de volta a parte que vendeu a Genii por não concordar com a condução dos negócios na F1… é muita especulação.

      Só sei que Senna não mostrou absolutamente nada, até o momento!🙂

      • Putz !!
        Que injustiça… O cara fez sim !!!
        Um monte de m… e ainda fez o GB tirar o babador da gaveta…
        Porque haja babação de ovo… Argh !!!!!

      • Cabra, eu acho que vc deve estar reagindo a todo o eufemismo que devem estar fazendo sobre o Bruno, no que eu concordo. Não assisto mais a RGT (graças a Deus) por isso não sei como as coisas estão por ai, mas depois de trabalhar na RGT por 12 anos, sei bem como funciona. Devem estar ENDEUSANDO o moleque por conta da boa classificação em Spa, o que não quer dizer nada. Concordo com vc qndo vc diz que ele não fez nada ainda…mas…

        O Petrov, por ex, quando correu a sua 1ra corrida, fez tempo melhor que seu companheiro? Não fez…

        Acho que o Bruno, até agora, fez bonito. O próprio chefe dele esperava que, até o final da temporada, ele fizesse alguns pontos e tvz fosse mais rápido que o Petrov, e isso ele já fez em 2 corridas. Saldo positivo.

        Vc já viu o Vettel, com um carro mediano, sair do fundo e chegar em 9 lugar?

        O Bruno vai bem…nada demais…Nem dá pra dizer se é bom ou não…mas até agora, tudo bem.

        • Na verdade não, oh grande Oráculo!🙂
          Torço para que Senna dê certo, mas obviamente ele não fez nada demais nessas duas corridas. Insisto, Senna fez uma temporada quase completa ano passado, portanto não é nenhum novato.

          Sobre comparar os companheiros de equipe, Petrov concorreu com Kubica, um cara com “apenas” 5 temporadas nas costas e que muitos comentavam ser merecedor de uma equipe de ponta por seu talento.
          Se formos partir para esse tipo de comparação, então Senna é melhor que Alonso, pois o segundo além de ser bicampeão, conduzia uma Ferrari e mesmo assim ficou atrás do brasileiro no grid. Sem falar de Button…

          Pior ainda, Alguersuari é melhor que Senna e Alonso, pois ficou na frente dos dois.🙂

          Brincadeira à parte, aquele treino foi feito sob condições mais imprevisíveis que em pista seca, e todo mundo sabe disso.

          Quanto a comparação com Vettel, não lembro dele ter feito isso, porém, se não me engano, Vettel terminou a corrida de estréia em 8º, sem asa móvel e sem pneus pirelli.

          PS: Quando foram as duas vezes que Senna foi mais rápido que Petrov?

          • Entendo, entendo…

            O que eu quis dizer é que tudo gira em torno das famosas Expectativas! E essa expectativas variam dependendo da situação do cabra. Quando estava na Hispania, um trator da peste, ele foi “ok”, tb fazer o que com aquela josta? Dificil de medir.

            Desta vez, com um carro bem razoavel, seu patrão mesmo disse: “O objetivo é que o Senna termine a temporada andando igual ou, se possivel, melhor que o Petrov.” Palavras do chefe. E isso ele já faz em 2 corridas. Concordo que em Spa ele levou sorte (ou foi malandro?) de pegar a pista nas condições ideais, além de conhecer muito bem o traçado. Mas mesmo eu, um Piquetista da peste, não posso dizer que o moleque foi mal. Até agora, ele superou as tais expectativas, que não eram assim tão grandes, mas superou.

            Fique tranquilo pois ainda há muito espaço para cagadas. A jornada está apenas começando para ele…

            E outra coisa: Ele num vai ser como o tio dele, no way. O Bruno é um cara normal, o tio dele era um maníaco.

            Abs

          • Concordo com você que ele não foi mal, mas também não foi como Galvão diz!🙂

            PS: Trapizomba, tu és daqueles que pega o sotaque do cabra quando convive muito??? kkkkkkkkkkkkkkkkkk… brincadeira!!!

  8. Sinceramente, acho que de 2014 a Equipe do tio Frank não passa. Deve virar uma equipe de algum investidor narcisista que terá o (novo) nome da equipe transformado em sopa de letrinhas pela Globo.

  9. Salve!!!

    O pessoal tem que parar de chorar as pitangas, se a Williams acabar, ela não vai ser a primeira nem a ultima equipe a acontecer isso, tantas equipes vencedoras acabaram porque a Williams não pode??? Não tem dinheiro, não tem ganhado nada… É o ciclo das equipes, a época das vacas gordas acabou e pronto, como um dia acabou pra Lotus, Brabham, Maserati, Mercedes, Tyrrell… As coisas são assim, até as grandes montadoras pularam fora do barco, ficar nessa de piloto pagante nunca salvou equipe nenhuma de que eu me lembre (se salvou me corrijam) pois pelo que eu lembro, Lotus, Brabham, Tyrrell todas elas fizeram isso e foram pro buraco do mesmo jeito, o negocio é ganhar corridas, e titulos e isso é algo que a Williams não faz há tempos… Eu sou fã incondicional da equipe do Tio Frank, mas devemos ser realistas, pois essa é a perspectiva mais provavel, infelizmente…

    • 2012 é o ano da virada pro tio Frank. Trem de força Renaut via fazer a diferença. Fênix again.
      Uma pena que o barrrica estará fora. Ô sina “marvada”.

      • Putz !!!
        A dois posts atras… O Sydnei disse que 2012 seria a ressureição da Williams e do Barrica… Já esta mudando de opinião !!!
        Mais dois posts ele vai concordar com os Mais e dizer que 2012 é o fim do Gonçalves e da equipe do Tio Frank !!!!

    • Eu gosto da Williams PRA CARAL**!

      Se pensar bem, é a última equipe de verdade. Equipe formada por 1 cara, com tesão por corridas.

      Uma vez, o Piquet disse que o grande ídolo dele na adolescência, era o Jack Brabham, pois tinha sido o único cabra a ganhar um titulo correndo com a sua própria equipe. Tudo dele. Carro feito por ele, equipe dele, ele ao volante….

      A Williams é a última equipe. Se ela morrer, morre tb uma parte bacana do automobilismo mundial…

      (falei bonito😀 )

  10. ExcRusiva-va-va…

    Em processo de nacionalização, HRT negocia compra de sede em Valência
    A Hispania está no final das negociações para adquirir uma nova sede para a equipe. O local é em Valência, no antigo QG de um time de vela que disputava a America’s Cup, espécie de Copa do Mundo

    http://grandepremio.ig.com.br/formula1/2011/09/16/hispania+negocia+aquisicao+de+nova+sede+na+orla+de+valencia+10500904.html

    Pitaco: É… Parece que os caras vão virar “gente” grande mesmo…

  11. Eduardo Casola Filho

    Duas pílulas:

    1 – No Blog do Joe Saward, a informação é que a Proton está atrás de um empréstimo de 400 milhões de dólares pois está caindo nas ações. Mau sinal para o espólio da Renault.

    http://joesaward.wordpress.com/2011/09/16/meanwhile-on-the-kuala-lumpur-stock-exchange/

    2 – Uma análise precisa do Ico sobre o futuro da Williams.

    http://www.totalrace.com.br/blog/blogdoico/2011/09/16/williams-um-problema-solucionavel/

    • A Pronton-Lotus-Genii não chega a 2013 e isso é fato… A Renaul não vê a hora de tirar seu nome da equipe e provavelmente não vai nem fornecer motores a eles…
      Na Indy NINGUEM quer usar os motores(?) Lotus… A equipe na GP2 mesmo com toda a estrutura da ART empatou com a AIr Asia do tio Tony…
      O projeto já esta vazendo água !!!!

  12. Eduardo Casola Filho

    Querem mais uma pulga na orelha?

    http://esportes.terra.com.br/automobilismo/formula1/2011/noticias/0,,OI5353416-EI17068,00-Kimi+Raikkonen+visita+fabrica+da+Williams+em+Groove.html

  13. Emocionante comercial da Mercedes,com direito ao primeiro 1B da história da F1 em cena

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: