Eles são tão ruins mesmo???


Salve Galera!!!

Depois de um tempo conturbado no qual passei, finalmente resolvi escrever algo!!!

Villeneuve Jr.

Em 2011, faz 20 anos do ultimo titulo de um Brazuca na F1, juntando a isso o ultimo titulo de um sul americano, e mais o ultimo titulo do hemisferio sul na categoria maxima da F1, só não foi o ultimo titulo do continente americano pois Jacques Villeneuve foi campeão em 1996 1997, mas também já fazem 15 14 longos anos!!!

Mas voltando a America do Sul, tivemos muitos pilotos durante esse tempo e vamos a eles: Da Argentina tivemos Norberto Fontana, Gastón Mazzacane e Esteban Tuero.

Montoya

Da Colombia: Juan Pablo Montoya, da Venezuela: Pastor Maldonado e do Brasil: Antonio Pizzonia, Bruno Senna, Christian Fittipaldi, Cristiano da Matta, Enrique Bernoldi, Felipe Massa, Lucas di Grassi, Luciano Burti, Tarso Marques, Nelsinho Piquet, Pedro Paulo Diniz, Ricardo Rosset, Ricardo Zonta e Rubens Barrichello!!!

De todos eles, podemos dizer que apenas 3 pilotos conseguiram algo ou melhor dizendo, foram competitivos na F1 pois tiveram oportunidades de pilotar para equipes de ponta e foram Montoya, Barrichello e o Massa, os três conseguiram até brigar por titulo, pois o Montoya brigou pelo caneco em 2003, o Barrichello brigou em 2009 (nos anos de Ferrari ele era fiel escudeiro) e o Massa foi campeão por alguns segundos em 2008.

Massa & Barrica

Os brazucas conseguiram 22 vitorias sendo 11 para cada um, e o Colombiano conseguiu sete vitorias, mas mesmo assim nós consideramos que esses caras fracassaram na F1, e estou começando a achar que estamos todos errados, não estou dizendo que esses tres senhores tiveram carreiras brilhantes, mas se começarmos a analisar que pilotos idolatrados na F1 conseguiram muito menos que esses caras como por exemplo, Keke Rosberg que foi campeão em 1982 conseguiu 5 vitorias, Gilles Villeneuve conseguiu 6 vitorias e mesmo assim são venerados (inclusive por esse escriba) como gigantes da F1.

Button celebrando na boa...

Todos aqui sempre tiramos os devidos sarros desses caras, mas vendo Jenson Button, que em 200 Gps, conseguiu agora sua decima primeira vitoria, é de se pensar em quem realmente é bom ou não, pois todos nós sabemos que para ser campeão na F1, os pilotos devem ter varios fatores á seu favor, tem uns que usam de politicagem como Prost, de algumas artimanhas como Schumacher, de ter o melhor carro como Mansell ou de ser o cara certo, na hora certa e no carro certo como o…Button!!!

Logico que isso não vai mudar nossas piadas contra esses pilotos, alias uma das melhores coisas que nós fazemos e principalmente contra os Brazucas, mas acho que precisamos pensar que esses caras são vencedores sim, não da forma como a gente espera, mas acho que eles podem com toda a justiça se orgulhar de suas carreiras na categoria maxima do automobilismo!!!

Por Ed!!! O defensor dos fracos e oprimidos!!!

Publicado em agosto 13, 2011, em Automobilismo, F1 e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 30 Comentários.

  1. Salve, salve galera,

    Putz !!!
    Penso que o Ed!!!! é bipolar… Ao mesmo tempo que posta no “blog dos vassâlos do poder corrompido” consegue defender os pilotos “frascos e comprimidos”…:mrgreen:

    Nós adoramos fazer piadas com os pilotos, tirar um barato da ruidade de alguns… Mas a F1 é a nata do esporte e lá estão os melhores… Tirando os pilotos pagantes e apadrinhasos, é claro…
    Muitos que foram multi campeões nas categorias de base quando chegam lá simplemente não viraram… E isso se deve a vários fatores… Falta carro, falta apoio, o cara se dislumbra com o ambiente, falta sorte, se abate com derrotas no confronto com seu companheiro de equipe e a confiança é a base de tudo… Se o cara começa a se questionar como piloto, pode fechar a tampa, pois já era !!!!
    E tem os pilotos que tem a sorte de estar no lugar certo na hora certa… Como o Luizinho, Damon Hill, Buton… Esse um verdadeiro Hellraiser, que deverá ser um “case” a ser estudado no futuro, pois fez um monte de lambanças para acabar com a carreira de qualquer um e acabou sendo campeão…
    Os pilotos brasileiros são um caso a parte… A maioria se enquadra na categoria “o que há de errado comigo?!?!?!”… Pois são talentosos, tem o conhecimento técnico necessário, sempre estão em boas equipes, mas falta o controle psicólogico necessário, quando começam a perder ou as coisas não saem como planejado… Acabam se acomodando ou desistindo… E penso que esse é uma caracteristica do nosso povo… Aquele papo de “sou brasileiro e não desisto nunca” é puro marketing institucinal furado…
    O jeito é torcer para que essa minguada nova geração de pilotos brasileiros venha melhor preparada psicologicamente !!!

    Abraços e feliz dia dos pais a todos,

  2. Opa !!
    Esqueci das efemérides de hoje…
    Hoje seria aniversário de Hughie Thomasson vocalista e guitarristas das bandas Outlaws e Lynyrd Skynyrd… Clássicas bandas do Southern rock, que mistura rock, country music e blues…

  3. Belo post a ideia e justa, apesar de achincalharmos nossos pilotos, devemos nos lembrar que so de chegar la, eles ja sao dignos do nosso louvor.

  4. Só corrigindo,o Newhouse foi campeão em 1997…

  5. Eduardo Casola Filho

    Uma boa verdade sobre esta situação. Ainda sofremos pelo “mimo” de 8 títulos mundiais que ocorreram nos 20 anos anteriores desta seca. É uma realidade difícil para o esporte. O tempo se encarregar de acabar com isso caso surja alguém com condições de ganhar, mas Poderíamos pensar melhor sobre essa gozação.

    • Casola, acho que essa seca de titulos é algo perfeitamente normal, afinal como eu disse num comentario acima, os Britanicos passaram por isso nos anos 80, pois não levaram nenhum caneco a não ser por equipes, depois do James Hunt o outro campeão foi o Mansell, hoje a coisa desandou pro nosso lado e uma hora a zica acaba!!!

  6. Eduardo Casola Filho

    Feliz dia dos pais, principalmente aos Fufeiros que já estão neste time!

  7. Euclides Palhafato (Perro de Cofap)

    A diferença do barrichello está no mito. Guiou o carro do Grande Stewart, com corridas épicas como aquela em que ele pôs o Mishurucher e a sua majestosa Ferrari no bolso, na França, em 99. Já na Ferrari, expôs o Michael Shupacher ao ridículo papel de subir no pódio em primeiro e lhe entregar o troféu, deixaram sua Ferrari prostrada no grid, sobre o macaco, correu por longos anos GP sim/GP não com o carro defasado em relação ao do Shupacher, teve sua Brawn sabotada pela própria equipe em classificação, (mola-gate, arquivado junto com a vergonha e a moral do Ross Brawn) como forma de assegurar uma melhor posição para o Button, vai ser por muito tempo o piloto com mais corridas, é um piloto mítico. Está pra nascer um cara desse naipe. Do tipo que corre contra todos, até mesmo contra a torcida. Um verdadeiro lobo solitário, um ronin que vai e volta, ileso, pela trilha do ‘meifumado’.
    Não se mede Rubinho com coisa terrena. Não lhe valeriam nada, títulos e vitórias arquitetados na corrupção e na mediocridade. É um poder superior que guia esse guerreiro. Viva o Barrica!

  8. De fato, só o fato de chegar fa F1, ainda mais nos tempos atuais, já é motivo de grande sucesso. Ganhar corridas e ser campeão, realmente necessita de um conjunto de fatores. Pode ser motivo de piada, mas eu chorei naquela corrida de 2008 em interlagos. Comemorei por alguns segundos (como o pai do Massa) e depois vieram as lagrimas. Rubinho tambem merece todo o nosso respeito. Não é qualquer um que chega a pilotar uma ferrari… e por tanto tempo. Torço por eles, mas tambem sou realista… dificil os atuais brasileiros levarem um titulo ainda antes de sairem da F1… mas o Nasr… se encaixar em uma equipe de ponta, tem potencial! Sorte pra todos os nossos pilotos nesse mundão a fora!!!

  9. Grande post, Ed!!! Agora, as vezes eu fico até comovido com a fidelidade sanchopanciana do nosso estima Euclides Palhafato para com Rubens Barrichello. Caiu uma lágrima agora…

    • Euclides Palhafato (Perro de Cofap)

      Hahah, não – não é quimera quixotesca, o caminho tortuoso do Dom Barrichello, e não – não há alí naqueles choros de alegria, nem nas escusas requeridas e aguardadas, triste figura. E se parece, isso não é emblema, é decalque; transfix de ploc; e na melhor das hipóteses, pixo da gang desacostumada do sofrimento fanático. Sai com ScottBrite; raspa com a unha; lavô-tá-novo; pinta de alemão, então – o que não pode é torcer contra o melhor que o Brasil tem. Vamos com fé, que não falha. 2012 é nosso!

  10. Tb sou barrica e não abro mão.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: