BONITA PINTURA, FERNANDINHO !!!!!


Carros & Gatas

A muito tempo atrás… Num distante pais, que vinha de uma grande rescessão e de duas guerras mundiais, jovens sem grana (novidade) sonhavam em seus próprios carros (novidade [2])… Então passavam as tardes garimpando peças em ferro-velhos para montarem seus carros, no melhor estilo lego !!!!

Essas eram conhecidos como ratos de ferro-velhos… Então os “bolidos” montados por eles recebiam os singelos nomes de “Rat Rod”… Se essa história fosse na República das Bananas, os possantes levariam nomes como “poisés”, “jabiracas” ou “trapizombas”… Rá !!!!!
  
A crise foi ficando para tras… A economia do país começou a andar e o que era só uma brincadeira de garotos começou a ficar sério, com carros cada vez mais potentes e bonitos… Daí para rachas em lagos secos da California e nas ruas foi um pulo !!!

Flames are cool...

Foi aí que um dos caras teve a brilhante idéia de diferenciar seu carro dos demais… E fez ums desenhos de chamas… Nascia assim as famosas “True fire”… o Tuning (argh !!!)… E os Hot Rods !!!!

Os carros de competição também seguiam esse conceitos de serem rápidos e as pinturas seguiam em segundo plano.
As primeiras tentativas de melhorar o visual, aconteceram na pré-F1, onde os carros de cada pais tinham cores padronizadass…
Assim as equipes italianas adotaram o vermelho, as francesas o azul, as alemãs branco/prateado, as japonesas o branco com detalhes em vermelho, as holandesas o laranja, as inglesas o british green, as argentinas azul e amarelo e as brasileiras amarela com rodas verdes (Alô, Forti Corse !!!)…
 

As cores padrão

Legenda: A (Áustria), B (Bélgica), CH (Suíça), D (Alemanha), E (Espanha), F (França), GB (Grã-Bretanha), I (Itália), J (Japão), NL (Holanda), S (Suécia) e USA (Estados Unidos). 
 
A legenda de cores/países perdurou por anos na F1, até que Mr. Colin Chapman teve uma grande idéia e trocou, para desesperos dos puritanos de plantão, o mitico British Green pelas cores de uma empresa de tabaco… Estava inaugurada uma nova era no automobilismo mundial… Os grandes patrocinadores com suas pinturas elaboradas !!!!!!!!!
 

Lotus 72

  
Algumas pinturas são famosas, outras são bonitas e algumas até bizarras… Mas foram marcantes !!!
Quem não se lembra das classicas McLaren Vermelha e Branca, que teve a Penske como sua irmã gêmea na F-Indy, a Brabhan azul e branca… Ou a Heketh com suas pin-ups da Penthouse, ou a BAR que tinha um patrocinador do lado direito e outro do lado esquerdo…
a mc laren branca e vermelha

a mc laren branca e vermelha

 

a Brabham azul e branca de Piquet

  
Outras categorias como Rally, DTM e Le Mans também tiveram suas pinturas marcantes…
Quem não se lembra do Lancia Martini, da sobriedade do BMW M3 da DTM ou do lendário Porsche 917 Gulf…

Lancia

 

Então… Aí vem um maluco por carros, junta tudo isso num livro e lança “Go Faster: The Graphic Design of Racing Cars”
Uma verdadeira homenagem ao design gráfico dos carros de corrida, publicado por Sven Voelker , um professor alemão da Karlsruhe Univesity of Arts and Design, que já liderou a reestilização da identidade corporativa da Suzuki Motor Corporation.
Ele faz uma análise da evolução das pinturas clássicas dos carros, compara como seriam se os carros fossem brancos… Enfim bem legal !!!!
 
“Nos anos 70 chamavam isso de guerra das cores… Esses carros não eram bem pintados. Não tinham gráficos perfeitos, não tinham tipografia perfeita. Era anarquia, sem padrões. Havia muitos erros naqueles carros, mas eles simplesmente eram muito legais.”
 

Disse tudo, Svan !!!!!!!!!!!!!!!!
 

 
 
Abraços,
 
Telo, O pintor

Publicado em maio 18, 2011, em Automobilismo, F1, Tunel do Tempo e marcado como , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 23 Comentários.

  1. Muito legal essa análise das cores dos carros ! Gostaria de ver uma Ferrari Amarela ! amarelo Ferrari. Pena que um dos carros que eu achei com uma das pinturas mais bonitas na verdade era uma carroça, a Honda pintada com o planeta Terra.

  2. O verde da Jaguar. Estou me lembrando de algumas

  3. A Lotus preta não tem pra ninguém!

  4. Lotus preta!

  5. Piro no Porshe Gulf de 1970, o msm q o Stve Mcqueen em “As 24 horas de Le mans”

  6. Eu sou daqueles que defendem a volta das marcas de cigarro para a F1, se bebida alcolica pode não é??? Os carros eram muito mais bonitos, mas curiosamente o carro que eu sempre achei o mais bonito, vinha com o parocinio de refrigerante, e é a Jordan de 1991 com o patrocinio da 7Up!!!
    Tinha também o March de 1988 Leyton House, a Lotus Preta, a Benneton 1994, a Honda Planeta Terra… Tá faltando criatividade hoje em dia!!!:mrgreen:

  7. Podia rolar uma ferrada amarela

    ia ficar legal

  8. Parodia
    Eu nasci a 25 anos atras hahaha

  9. Descoberto o motivo da recusa de Kubica em ir a cerimonia que beatificou Joao Paulo II, ou so parte dele.

    Vejam:

    Eu tb não iria…

  10. Putz !!!!
    Os posts estão cada vez mais F… O escriba de hoje é bom mesmo !!!:mrgreen:
    E para não perder a forma… Vamos a efeméride de hoje:

    Ian Curtis era, vocalista, letrista, gênio e líder de um das maiores bandas do movimento pós-punk !!!
    Com forte influências do movimento punk e de bandas do naipe de Velvet Underground, David Bowie, Sex Pistols, The Doors e Iggy Pop… A banda Joy Division entrou para a história do rock pela porta da frente !!!
    As músicas eram marcadas pelo vocal barítono de Curtis, a bateria militar de Stephen Morris, densas melodias, letras obscuras, extremamente poéticas e abuso dos teclados…


    Curtis, como todo gênio, não sabia lidar com a fama… E ainda potencializado por traços maníaco- depressivos e caustrófobicos… Resolveu acabar com a brincadeira no dia 18 de maio de 1980 !!!

    Nascia assim o New Order…

    Em 2007 lançaram o filme “Control” rodado em preto e branco, que conta os últimos anos de vida de Iam Curtis… Vale a pena !!!

  11. ExcRusiva:

    Red Bull nega ter desrespeitado regra quanto proibição de testes

    A Red Bull afirmou que não burlou a regra quanto à proibição de treinos durante a temporada, depois de, neste domingo (15), Neel Jani ter publicado no Twitter que estava treinando com o RB7

    http://grandepremio.ig.com.br/formula1/2011/05/18/red+bull+nega+ter+desrespeitado+regra+quanto+proibicao+de+testes+10423260.html

    Pitaco: Primeiro foi o caso do carro clone da STR, depois as asas que flexionavam mais que o permitido, uso indevido de túnel de vento, desrepito a norma dos gastos, suspensão “ativa”, o kers “light” e agora a RBR foi pega burlando a regra dos treinos, parece que a mascara vai caindo e a Red Bull vai ficando cada vez mais parecida com a “Red Horse”… De inocente na categoria só mesmo a Virgin… Rá !!!!!!!

  12. Um belo post. Os carros sempre foram bonitos, mesmo que desafiando a “ética”. Isso é assunto para um post futuro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: