R.I.P.

Foi bom enquanto durou.

Abracos a todos.

-Trapizomba

Ainda existe piloto #1

A ordem dada pela Mercedes para Hamilton deixar o Nico passer deixou a impressao de que a Mercedes claramente ve o Nico como o primeiro piloto da equipe. E nao e’ pq ele esta’ a frente de Hamiltom mas sim pq ele e’ um alemao correndo numa equipe alema. A ordem de chegada dos dois nao afetaria em nada a equipe na briga pelo titulo de construtores. Mas mesmo assim, deram-a.

 

Triste

GP do Canada’ – Deu Sorriso

Fala galera. O GP do Canada’ foi ducaralho e as razoes para isso foram muitas. Primeiro, o tracado e’ muito bom; Segundo, tomei varias cervejas durante a corrida; terceiro, a corrida no final proporcionou a nos expectadores grandes pegas. Quarto, nosso representante brasileiro, Felipe Ravioli, quase abocanhou um podio. Quinto, hoje e’ domingo, o que e’ melhor que segunda-feira.

Vcs podem ler o resumo da corrida em qualquer lugar entao darei somente umas pinceladas trapizombescas.

Logo na primeira volta, Max Schilton fez uma merda enorme; entrou na 1ra curva sem frear, rabeou e atingiu nada menos que o seu companheiro de equipe, Jules Bianchi. PQP, o pessoal da Marussia devem estar putos.

Cirilo deu mole de novo. Nada espetacular mas uma corrida de carros nao e’ so’ pau-duro o tempo inteiro. Tem que usar a cabeca de vez em quando. Seus pneus ja’ estavam mais desgastados que os do Rosinha e eventualmente, depois de tentar frear tarde para ultrapassa-lo, Cirilo fodeu o sistema de freios, passando direto na chicane, coisa que o Rosa ja’ havia feito sem ser punido. Acho que a direcao de prova nao teria como dar aquela penalidade mas o Cirilo foi um cavalheiro e devolve a posicao para o Rosinha. Ate’ pq ele tinha fodido os freios e a corrida para ele ja’ era.

Massaroca como sempre deu mole. Teve chances de passer Vettel no final mas sempre saia da ultima curva sem tracao, apesar do carro ser fenomenal em retas. No final, deu outro mole ao tentar passer o Perez.

Veja bem, eu chinguei o Massa adoidado mas, revendo o lance no on-board do Massa, o Perez deu uma guinadinha pra esquerda que fodeu o Rigattoni. Ainda nao estou certo de quem foi a culpa mas sendo a ultima volta, o Gnocchi deveria ser mais cuidadoso. Mas a guinadinha do Perez foi foda.

Ademais, nas ultimas voltas, o Rosa teve que tirar o pe’ para poder chegar sem parar, dai’ Ricciardo passou ele sem do’, assumiu a ponta e assim foi.

GRANDE corrida, gracas ao tracado.

Que esse circuito permaneca na F1 pra sempre.

Semana que vem, tem o meu circuito favorite, A1-ring. Sera’ uma corrida HISTORICA.

Abs

 

PS: Para quem achou que o acidente foi culpa do Massa, assista isso:

GP do Canada’ – Qualify

1 Germany N Rosberg Mercedes
2 Great Britain L Hamilton Mercedes
3 Germany S Vettel Red Bull
4 Finland V Bottas Williams
5 Brazil F Massa Williams
6 Australia D Ricciardo Red Bull
7 Spain F Alonso Ferrari
8 France J Vergne Toro Rosso
9 Great Britain J Button McLaren
10 Finland K Raikkonen Ferrari
11 Germany N Hulkenberg Force India
12 Denmark K Magnussen McLaren
13 Mexico S Perez Force India
14 France R Grosjean Lotus
15 Russia D Kvyat Toro Rosso
16 Germany A Sutil Sauber
17 Venezuela P Maldonado Lotus
18 Great Britain M Chilton Marussia
19 France J Bianchi Marussia
20 Japan K Kobayashi Caterham
21 Sweden M Ericsson Caterham
22 Mexico E Gutierrez Sauber

Newey: “Vettel tem que reaprender a pilotar” – F1 team – A Equipe da Fórmula 1

Newey: “Vettel tem que reaprender a pilotar” - F1 team - A Equipe da Fórmula 1

“As novas regras são as culpadas disso tudo. Com a redução do nível de downforce das máquinas, a forma de pilotagem também mudou. Como Sebastian [Vettel] tem uma abordagem especifica e as mudanças o atrapalharam a sua abordagem dentro da pista. Mesmo com esse tempo, ele não conseguiu assimilar o novo torque. Agora, Vettel tem que reaprender a pilotar”, declarou.

via Newey: “Vettel tem que reaprender a pilotar” – F1 team – A Equipe da Fórmula 1.

Castroneves admite dor por ver vitória em Indy escapar, mas diz que se divertiu em duelo contra Hunter-Reay / MSN – Grande Prêmio

Castroneves admite dor por ver vitória em Indy escapar, mas diz que se divertiu em duelo contra Hunter-Reay / MSN - Grande Prêmio

Foi a incrível marca de 0s060 e um adversário dos mais teimosos que separaram Helio Castroneves de sua quarta vitória em Indianápolis. O fim das 500 Milhas neste domingo (25) acompanhou em cinco voltas um embate eletrizante entre o brasileiro e o Ryan Hunter-Reay na parte final da famosa corrida. A vitória ficou com o norte-americano, que celebrou a conquista pela primeira vez no Speedway. Embora entenda que o segundo lugar “é uma droga”, Castroneves definiu a prova como extraordinária e disse que deu tudo de si para manter o rival atrás no giro decisivo.

“O segundo é sempre uma droga. Mas a verdade é que a corrida foi extraordinária. Eu me diverti muito e acho que todos os torcedores também. Foi uma grande corrida e esse final foi inacreditável. Inacreditável”, destacou o dono do carro #3

via Castroneves admite dor por ver vitória em Indy escapar, mas diz que se divertiu em duelo contra Hunter-Reay / MSN – Grande Prêmio.

Lewis Hamilton x Ken Block

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 32 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: